A estranhíssima Quercus

A Quercus considerou hoje «estranhíssimo» que o Supremo Tribunal Administrativo tenha dado luz verde à co-incineração na cimenteira da Arrábida, alegando tratar-se de um processo que está marcado por uma «total falta de transparência».

Comentário: Estranhíssima é a existência de uma cimenteira na Arrábida e não a co-incineração na cimenteira.

Comentários

Anónimo disse…
Viva a Arrábida!
Anónimo disse…
Zaratustra

Viva a Arrábida!
Sem cimenteira.
Anónimo disse…
Estranhíssimo é não incinerarem a cimenteira.
Talvez uma implosão da dita recheada de socratianos ambientais, despoluisse a Arrábida e quiça...Portugal !
Anónimo disse…
Mas o Sócretino gosta muito da cimenteira na Arrábida e da incineração.Sr.Esperança não está a ser oposição ao seu chefe?Olhe,q ele não gosta de dissidências...veja lá bem.Arrepie caminho e volte só para apoiar o grande lider.
Vítor Ramalho disse…
CE

Vá morar par Souselas e leve consigo o diz que é uma espécie de Eng.
Anónimo disse…
Outra vez a co-incineração, apoiada pelos estudos da tal "comissão" de gente afecta à dita.

O Sócretino devia ir viver para Souselas, veria como é boa a qualidade de vida naquela zona.

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?