A Pátria não os esquecerá


Bagão Félix foi à reunião do PSD pedir uma ajuda para um emprego no BCP. Os accionistas preferiram um presidente acompanhado por Armando Vara a outro, também competente, que levava o ex-ministro das Finanças de Santana Lopes. Opus Dei por Opus Dei preferiram o antigo DGCI.

Comentários

Anónimo disse…
Pois, mas terem 98% dos votos cheira a esturro.
Ninguém se quiz/pôde comprometer...
Isto só significa que vivemos num estado socialista total e absoluto, onde tudo depende do erário público. Nem os bancos escapam a esta lógica.
Para além disso, esta votação significa que há muita coisa errada no BCP que é preciso resolver e camuflar com a ajuda do estado, do BP e do PS.
Sem sombra de dúvidas...
e-pá! disse…
Exacto.

O actual BCP, como se viu ontem, apesar dos dramáticos apelos de cadilhe, não pode prescindir do apoio do Estado.
Isto só pode significar que as "embrulhadas" das administrações cessantes são graves e certamente poriam em risco os accionistas, os clientes, os trabalhadores bancários, etc.
Mais descredibilizavam o prório mercado financeiro, na sua globalidade. Podiamos regressar ao tempo do ... "debaixo do colchão".

Mas quanto à Opus Dei terá ganho o plano A ou B?
Sim, porque é muito "operativo" estar em todas...
Anónimo disse…
Esta semana, a Igreja celebra o Baptismo de Jesus. A água do Baptismo faz lembrar as outras águas em que começamos as nossas vidas, no ventre da nossa Mãe. O nascimento é assinalado com o rebentar das águas - o bebé já não precisa do líquido amniótico - e com a emergência numa vida menos protegida fora do corpo da mãe. Quando Jesus aceitou ser baptizado por João e emergiu da água, ouviu-se uma voz vinda do céu: "Este é o meu filho bem amado". O Espírito desceu sobre Ele. Este simbolismo do renascimento, como filho de Deus e membro da Igreja, é central nos nossos baptismos.
Anónimo disse…
Enquanto me encontro aqui sentado à frente do computador,
Deus está presente,
insuflando-me de vida e a tudo o que me rodeia.
Durante uns momentos mantenho-me em silêncio
e tomo consciência da presença deste Deus de amor.
Anónimo disse…
Um tronco de árvore grosso e disforme nunca sonharia poder transformar-se
em obra de arte, e por isso nunca se submeteria ao escopro e ao martelo do
escultor, capaz de ver nele o que dele pode ser feito (Santo Inácio).
Peço a graça de me deixar esculpir e modelar pelo Deus
que me ama, que me criou e que me sustenta.
Anónimo disse…
Marcos 1, 29-35

Naquele tempo, Jesus saiu da casa de oração e foi com Tiago e João para casa de Simão Pedro e André. Como a sogra de Pedro estava de cama com febre, falaram logo dela a Jesus. Ele aproximou-se, pegou-lhe na mão e ajudou-a a levantar-se. A febre passou-lhe e ela começou a servi-los. Ao pôr-do-Sol, os moradores daquela terra reuniram-se em peso em frente da porta da casa onde Jesus estava. Traziam consigo todos os doentes, incluindo os que tinham espíritos maus. Jesus curou-os das várias doenças e expulsou os espíritos maus. E não os deixava falar, porque eles sabiam quem ele era. No dia seguinte, Jesus levantou-se muito antes de nascer o sol, saiu de casa e foi para um lugar isolado, onde ficou em oração.

O que é que o Senhor me está a querer dizer?
Anónimo disse…
Não sei se esta votação de 98% no ex-homem de mão de Champalimaud é assim tão inocente, mas sei que o ex-Director do Grupo BCP,de nome Bagão e agora na reforma dourada, estava na lista para fazer mais qualquer coisa além de rezar.
Anónimo disse…
A mãozinha do governo, esteve lá, na votação e estará, daqui para a frente...é preciso segurar o Banco, do descalabro.
Só um cego não vê.

A competência de Armando Vara, está no Largo do Rato...aí está, está.
Anónimo disse…
Comparar os gestores Bagão Felix e Armando Vara, é rídiculo... um tem competências universitárias outro tem competências, no Largo do Rato.
Anónimo disse…
Como ministro Armando Vara foi bem melhor do que Bagão Félix.

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?