Correio dos leitores

Pré-socrático:

Se não gosta do homem, e parece que não gosta mesmo, aproveite agora, que ele está a jeito. Bata-lhe com quanta força tiver e até se cansar. Vai sentir-se aliviadado e vingado.

Envie o endereço do site para 10 pessoas e receberá uma graça - a queda do governo de Sócrates. Um sindicalista ignorou este pedido e no dia seguinte foi despedido pelo patrão. Também um professor, que não enviou o endereço do site a dez pessoas, passou apenas a dar aulas de substituição. Também o Marques Mendes ignorou o aviso e foi corrido da presidência do PSD.

O mesmo aconteceu ao Jardim Gonçalves, no BCP, e ao Mário Lino, que perdeu a Ota. Mas, o Santos Ferreira e o Armando Vara cumpriram o pedido e foram promovidos. Se estiver agarrado ao computador durante dez horas seguidas, a dar marteladas na cara do Sócrates, ele vai cair da cadeira, como o Salazar caiu, e, se tiver sorte, que nestas coisas de feitiços também é necessária, o Carlos Esperança será corrido do blogue, sendo esta a sua grande oportunidade de se apoderar do blogue Ponte Europa.

Não terá outra oportunidade nos próximos tempos.

a) Alexandre de Castro

Comentários

Anónimo disse…
sem dúvida, o melhor post desde o PREC!
Anónimo disse…
A frase "Soube-me tão bem!..." não foi apagada do original recebido, por mero esquecimento. Não deve, pois, ser considerada como fazendo parte do texto inserido neste post.
Anónimo disse…
Ai...Ai... Alexandre de Castro... Você precisa de ter mais cuidado com os posts que escreve. É que qualquer iniciado em Freud sabe que certos actos falhados e certos lapsos de linguagem escondem desejos recalcados. Não se exponha assim... Eu agradeço-lhe a peça, mas, como eu lhe disse, o sócretino não é o meu inimigo: o meu inimigo é o embuste que ele e a carneirada que o segue representam.
Agora, voltando ao Freud, o seu lapso de linguagem «soube-me tão bem!» soava um bocado estranho, vindo de si, que é tão contido na linguagem. Mas não diga que se esqueceu de o apagar! Esse tipo de negações só agrava os recalcamentos e dificulta a libertação das neuroses, Alexandre! Digo isto porque fui dar uma espreitadela à página do link, e quando reparei num taco a bater num cretino percebi logo qual era o seu problema e a razão do seu lapso linguístico. Como disse o Freud, tacos, serpentes, flechas, etc, são tudo imagens de que o subconsciente se serve para «representar» outra coisa bem diferente; para manifestar o desejo oculto e latente por outra coisa.
Retribuo-lhe o favor e a atenção que me deu, e por isso indico-lhe o link de que você andava realmente à procura. Aproveite, saboreie, delicie-se, e veja lá se não volta a enganar-se nos endereços da internet sempre que estiver com vontade de aliviar as suas «tensões». O que tu querias sei eu...

http://pornhog.net/gay110a/Lt123_28.jpg
Anónimo disse…
E por falar em Freud e no inconsciente, Mário Soares termina a sua crónica de hoje no DN classificando o sócretino blairista como um inconsciente.
Realmente, há muita gente que está a precisar de se deitar no divã...


«Blair, recém- -convertido ao catolicismo, consultor político do banco norte-americano J. P. Morgan, ainda fala da "terceira via", apesar de desacreditada. Espero que não consiga convencer nenhum socialista consciente.»
Anónimo disse…
Como qualquer leitor pode verificar, eu não tive a intenção inicial de colocar no post a frase "Soube-me tão bem!", como já afirmei em comentário anterior. Nem ela pode ser considerada insultuosa. Essa frase, por lapso não eliminada, acompanhava o mail do amigo que me indicou o link, e que assim exprimia a sua satisfação de, também ele, ter dado umas cacetadas na cara do Sócrates, para descarregar o seu stress. Por isso, apressei-me imediatamente, em comentário anterior, e antes de surgir qualquer comentário do visado, a declarar que ela não pertencia ao contexto do post, por não acrescentar nada à pilhéria montada.
O pré-socrático não entendeu assim, a fim de poder sustentar, a partir deste involuntário lapso, uma provocação gratuita e aleivosa, a que naturalmente não respondo, terminando aqui, com este comentário, a minha participação na polémica levantada entre ambos, e que pode ser consultada no post “Não vai longe”, de 13 de Janeiro.
Aos leitores, recomendo que se divirtam a dar umas fortes cacetadas na cara do Sócrates
Anónimo disse…
Peço desculpa ao Alexandre Castro pela desatenção com que publiquei o seu e-mail.

Só faltou o canónico abraço ser publicado.

Vou, pois, apagar a frase reiterando ao autor e aos leitores as minhas desculpas.
Anónimo disse…
Carlos Esperança:
O erro foi meu, pois não eliminei no mail enviado para o Ponte Europa a dita frase, supérfula e totalmente inócua.
Anónimo disse…
Ó caro Alexandre, não insista nessas desculpas e negações. Não viva nesse stress e com essas preocupações em se justificar à pressa para evitar que as pessoas saibam o que salta à vista. É pior, já lhe disse... Liberte-se dessas vergonhas castradoras e desses complexos, que não o deixam ser feliz. Assuma lá a relação com esse seu amigo que lhe enviou o mail!
E eu sei muito bem (como ficou claro no comentário anterior) que você não teve a intenção de dizer o que disse nem de colocar esse link. É nisso mesmo em que consistem os lapsos linguísticos e os actos falhados. Você não teve essa intenção, mas o seu inconsciente falou mais alto e manifestou-se. É natural, isso...
E não diga que não me responde porque já respondeu, e que termina novamente a sua «conversa» comigo.
Fale! Deite-se no divã, e fale à vontade para se poder libertar dos seus fantasmas e conseguir reconhecer e assumir a sua personalidade. Pode ser que assim deixe de projectar nos outros aquilo que o carateriza, como é o caso de ser um... provocador gratuito. Assuma-se, homem!
Anónimo disse…
O "pré-socrático", valoriza muito este blogue...tenho de reconhecer também, que o Carlos Esperança passou a ter uma postura democrática, parabéns.

Isso, de apagar comentários, é coisa do tempo da outra senhora...
Anónimo disse…
Este é o melhor jogo de todos!
O Socrates que ficou á minha mercê já foi a correr para as urgências, mas que azar... acabou de as encerrar!
Anónimo disse…
é evidente que podem bater quanto quiserem no boneco. Ele tem o apoio de grande parte da população, sobretudo dos jovens que querem trabalhar e vêem tudo tapado por velhos sem formação, sem capacidde de trabalho que se assolaparam em bons tachos no´público e no privado e agora ainda querem manter essas prebendas.
Chega de regabofe do PREC. Agora é trabalhar!
Anónimo disse…
O comentário anterior é bem revelador daquela que é a ideologia sócretina, e por que é muitos dos que o aplaudem são de direita e liberais.
Anónimo disse…
pró-socrático disse...

"Ele tem o apoio de grande parte da população, sobretudo dos jovens que querem trabalhar e vêem tudo tapado por velhos sem formação..."

Este gajo é trólólóló !!!
Ele tem o apoio da chularia do PS/PSD/CDS,da Opusdei e de outros tantos malfeitores que deveriam ter sido fuzilados no Campo Pequeno, tal como havia proposto o então imberbe Saraiva de Carvalho.
Portugal está a pagar a factura, por ter usado muitos cravos e poucas balas!
Os filhos dos fascistas batem aos pontos os papás !!!

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime