Factos & documentos. Há 75 anos


JORNAL “LINHA GERAL” (LEIRIA), N.º 38, DE 21-07-1932 (Página 1)

«Vários casos interessantes nos relatam dia a dia os jornais, dando-nos a impressão de estarmos vivendo em pleno século XVIII ou pouco menos.«Conta o nosso camarada Gazeta de Torres que uma infeliz louca de nome Maria Luísa, de Vilar, concelho do Cadaval, tem sido tratada pelo padre da freguesia, que lhe vem aplicando benzeduras, ou lá o que é, para lhe tirar do corpo o mafarrico, explorando a crendice duns, a ignorância de outros e a inocência de poucos, para tirar disso o proveito que julga necessário para si e para a religião que diz servir.

«Também o nosso camarada Diário Litoral diz que na freguesia de Vera Cruz, concelho de Portel, outro santo padre se dedica ao mister de curandeiro, para afugentar o diabo do corpo duma filha de Miguel Ralo, do lugar da Amareleja, também enlouquecida. O tratamento aplicado, neste caso, consistiu em orações, missas e... uma sóva de chicóte aplicada na infeliz, a qual, já se vê, produziu os resultados de esperar... Loucura incurável, e mais, algumas equimoses.«Sempre os mesmos, estes santos varões.»

Leiria, 11 de Julho de 2006 - (In Arquivo Distrital de Leiria) - Enviado por MM

Comentários

Anónimo disse…
Ai, Cristo, Cristo... Vem cá abaixo ver isto!!!

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?