Suspensão e abstenção de tratamento em doentes terminais

A Associação Portuguesa de Bioética e o seu Presidente, Prof. Rui Nunes, vêm desenvolvendo um trabalho notável, que merece o nosso vivo apoio e apreço.
A APB tratou de questões diferentes da eutanásia, nos termos legislados na Holanda e na Bélgica. Mas o mais importante é que se criem as condições jurídicas e médicas para uma morte digna, em paz, sem medicalização estéril e que se respeite a vontade e os valores do paciente.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?