Carta aberta de beatos e reaccionários

Católicos querem comparar propostas para não traírem consciência na hora de votar

Antes das legislativas de 2005, lançaram uma carta aberta aos eleitores apelando ao voto com "discernimento responsável". A preocupação era com o aborto, os casamentos homossexuais ou a adopção por casais gays, por exemplo. Hoje, passados mais de quatro anos,

Comentários

ana disse…
Andaram caladitos, agora saem em força das tocas, cheios de pujança e a achar que já mandam. Porque será?

Mensagens populares deste blogue

António Costa e a popularidade

Vasco Graça Moura