Estratégia errada

Os movimentos de professores prometeram fazer campanha contra o primeiro-ministro através de uma série de iniciativas. Ricardo Silva explicou que o alvo é «este PS» e José Sócrates, por causa das políticas educativas que têm vindo a ser aplicadas.

Comentário: É um direito que pode virar-se contra os professores. Pode haver socialistas que nunca condenaram os professores, que se virem agora contra «estes» professores e Mário Nogueira.

Comentários

Morcego disse…
É verdade. É verdade que muitas vezes as simpatias partidárias se suplantam às questões de princípio. E esta verdade é observável em todos os quadrantes da sociedade portuguesa, nos mais variados contextos, da esquerda até à direita, dos sindicatos até aos partidos. É mais um sinal que a nossa democracia está doente.
É verdade que tenho mais respeito pelos professores em geral, do que pela sra. Ministra da Educação.
É verdade que a Educação foi um dos mais maltratados sectores da governação de Sócrates.
É verdade que, entre os sectores maltratados, a Educação é apenas um.
Mas isso não invalida que a referida iniciativa de professores seja uma castanha das que rebentam na boca.

É confundir as calças com o fundo das costas. E os professores, os sindicatos, e a esquerda em geral, já deviam saber há muito tempo que há erros que se pagam muito caro.
A menos que tencionem fazer como a direita, que deixa as facturas para quem vier a seguir. Só que ela pode fazê-lo, eles não.

Mensagens populares deste blogue

António Costa e a popularidade

Vasco Graça Moura