Factos & documentos

Um estudo da Comissão Europeia, que traça o cenário da educação no espaço comunitário, revela que são os profissionais lusos no fim da carreira os que mais ganham, tendo em conta o nível de vida no País.

Docentes nacionais têm ainda garantia de emprego para toda a vida.

Comentários

ana disse…
Mas ainda se queixam...
E são os que menos ganham no início e no meio da carreira. Bom sistema para atrair os melhores, não é? Muito competitivo...
Mano 69 disse…
Olha a d. ana também tem uma querela contra os professores. Será mania da perseguição?
ana disse…
"Bom sistema para atrair os melhores, não é? Muito competitivo..."

Por alguma razão ninguém quer sair. Só entrar.
Pppppp disse…
Enfim, saber ler as notícias como elas são. Os professores portugueses em fim de carreira ganham 282% do PIB per capita Português e na Alemanha ganham 208% do PIB per capita Alemão.
Como o PIB per capita português representa ceca de 75% da UE os professores ganham cerca de 211.5 da média da UE e os Alemães (o seu PIB representa cerca de 110 da média Europeia) ganham 228.5. Ou seja ganham mais ou menos o mesmo. De facto, na realidade não se ganha muito diferentemente em Pt e na Alemanha quando se desempenha profissões com elevada ou média qualificação (profs, medicos, advogados, engenheiros), o problema é que em Portugal não se quer estudar e progredir havendo mais pessoas sem qualificações que na Alemanha, e esses sim, sofrem na pela a pobreza que criaram.

Mensagens populares deste blogue

Notas sobre a crise venezuelana…

Vasco Graça Moura