segunda-feira, outubro 23, 2006

Só?

«Houve arrogância e estupidez no Iraque»

Um diplomata do Departamento de Estado dos Estados Unidos gerou a polémica na administração Bush ao afirmar, em entrevista à televisão árabe Al Jazeera, que existe uma forte possibilidade de a história mostrar que seu país foi arrogante e estúpido na condução da guerra ao Iraque.

4 Comments:

At segunda out 23, 01:40:00 da manhã, Anonymous e-pá! said...

De facto, houve de tudo: arrogância, estupidez, etc.

Mas o mais grave foram as MENTIRAS forjadas e exibidas publicamente como provas, bem como, o inqualificável DESRESPEITO pela comunidade mundial, pelo CS da ONU e pelo Direito Internacional.

Mais tarde, tendo as mentiras caído perante as evidências, BUSH tentou justificar a invasão como o combate dos EUA pela democracia, corporizado no derrube do ditador Saddam.
Acrescenta-se, deste modo, um outro atributo para classificar a guerra no Iraque:
- a HIPOCRISIA.

Outra "desculpa" será uma amnésia súbita que o impediu de falar no PETRÓLEO.
Ou, uma cegueira oportuna que "escondeu" a pilhagem do PATRIMÓNIO CULTURAL BABILÓNICO.
...

Portanto, arrogância e estupidez são a ponta do iceberg que, na realidade se traduz, para já, numa GUERRA CIVIL no Iraque e no AUMENTO DA INSEGURANÇA NO MUNDO.

Sem falar nas RESTRIÇÕES ÀS LIBERDADES INDIVIDUAIS e nos CRIMES HUMANITÁRIOS que, à pála do terrorismo, foram sendo implementadas(os) ...

 
At segunda out 23, 10:31:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

pelo que, a oeste... nada de novo!
... que os pariu!
arrogância
mentira
estupidez
ganância
hipocrisia
crime
assalto do mundo à mão armada

...nada de novo!

 
At segunda out 23, 10:32:00 da manhã, Anonymous e-pá! said...

Apostilha:

A guerra do Iraque vai determinar o fim da "era Bush" e a consequente debandada da "clique neo-conservadora" que o influencia, dos corredores do poder.

À beira da eleições inercalares para o Congresso o ambiente político americano é muito pessimista, em relação ao Partido Republicano.
Segundo sondagem divulgada pela Newsweek sábado, 21.10.06, a maioria dos americanos (55%) prefere que os democratas regressem à liderança do Congresso.

Esperemos que a tempo de anular as medidas anti-humanitárias forjadas, acabar com o escândalo de Guantámano e iniciar um "roteiro para a Paz" que englobe, não só o Iraque, mas todo o Médio Oriente.

A verificar-se a perda da maioria no Congresso, a administração Bush, perde a arrogância e começará a desmoronar-se.

Daí a lição de como a instabilidade pode, em algumas situações, ser benéfica.

 
At segunda out 23, 11:23:00 da manhã, Anonymous Carlos Esperança said...

«A verificar-se a perda da maioria no Congresso, a administração Bush, perde a arrogância e começará a desmoronar-se».

RE: Como diria o Cardeal Patriarca:

«Que Deus o ouça».

Espero que sim, digo eu, republicano e laico.

 

Enviar um comentário

<< Home