Aniversário. 150 anos de comboios


Com 20 anos de atraso em relação a outros países, Portugal acabou por acompanhar o progresso.

Infelizmente, há duas décadas, exagerou-se no betão, ao serviço do automóvel próprio, em vez de se ter apostado na modernização dos comboios – baratos, eficientes e seguros.

Defeitos dos novos-ricos.

Comentários

Anónimo disse…
Já na altura Portugal andava atrasado em relação aos outros países, é verdade.
Ainda não aprendemos, com tanta revolução...

Actualmente, o transporte ferroviário devia ser muito mais apoiado (melhorados e modernizados os actuais equipamentos e linhas).

Diogo.
Anónimo disse…
atrasado em relação à Europa sempre andou, o que é natural, ocupado que estava a 'missionar' o mundo, quer dizer, a fazer filhos nas pretas e a desperdiçar a vida!
mesmo assim é de estranhar que, no caso do comboio, o atraso fosse apenas de 20 anos. É que, em relação ao resto, o atraso é de séculos.
E pelo caminho que as coisas têm levado (um sócrates é manifestamente pouco para inverter o suicídio) é de crer que o atraso seja irrecuperável.

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita