Comunicação social boicota campanha!

Há que denunciar: a comunicação social da nossa cidade de Coimbra boicotou ostensivamente o esforço de campanha que a lista do PS para a Junta de Freguesia da Sé Nova, liderada pela Senhora Dr.a Arménia Coimbra, realizou.
Visitámos muitas instituições da freguesia. Instituições como o A.C.M., o Ateneu, várias Instituições Particulares de Solidariedade Social, Escolas, etc.
Demos disso sempre conhecimento à imprensa.
A Dr.a Arménia Coimbra escreveu textos de interesse para o público. Nada. Nunca. Absolutamente nada, nem uma linha sobre a nossa campanha!

Há uma evidente promiscuidade entre os órgãos de imprensa da cidade, grupos económicos e determinadas forças políticas que dominam a cidade.
Que gerem a cidade em favor de projectos imobiliários e conluíos de investimentos. Em nome de quê? Da República?

Mesmo no espaço da esquerda há uma pequeno grupo de camaradas e companheiros que têm acesso aos mass media, mas a maioria não tem voz.

Fizémos e continuamos a fazer uma campanha digna, apresentando propostas e apresentando uma lista de candidatos de pessoas que deram mostra de saber servir o interesse público e melhorar as condições de vida da freguesia da Sé Nova.

Está a ser uma experiência enriquecedora. Mas fica esta mágoa: a imprensa não quis publicar nem uma linha do que tinhamos a dizer.
Pior ainda, a imprensa nunca esteve presente por um momento sequer.

Sei que a Sé Nova apenas tem cerca de 8.000 eleitores. Não é aqui que se decidirá a eleição. Todavia, é nesta área que se decide o futuro de Coimbra: estamos no coração da cidade. Somos a freguesia mais urbana, mais histórica e mais turística e com mais instituições culturais. Da Praça da República à Av. Afonso Henriques, da Alta à Rua do Brasil; da Sá da Bandeira ao Penedo da Saudade.

Dia 9 de Outubro votem na Dr.a Arménia Coimbra, no Sr. Graciano, em mim e nos restantes camaradas da lista. Votem PS!


Neste dia da República é preciso lembrar que viver a res publica significa dar voz a todos os cidadãos!

André Pereira

Comentários

Mano 69 disse…
Caro André Pereira

A coisa está má! Eu diria mesmo mais, está PRETA.
O que está a acontecer com a candidatura da “Senhora Dr.a Arménia Coimbra” não se faz! Então não é que os pasquins da terrinha olvidaram a candidata só porque a mesma é socialista.
Eu se fosse a você fazia queixa para a Comissão Nacional de Eleições. Era limpinho!
Se ela perder está mais do que visto que foi porque teve um mau assessor para a comunicação social.
Ele há cada um que parecem dois.
Mano 69 disse…
"Alberto João Jardim

«A boçalidade jardinista não tem limites. Dá instruções a um jornal sobre o que deve publicar, insulta seja quem for que o critique. É um verdadeiro entorse no regime democrático».

Eduardo Dâmaso in SOBEEDESCE Diário de Notícias, hoje."


Pergunta capciosa que como a piza é caprichosa:
Será que no Continente isto também pega?
Anónimo disse…
A detenção dos órgãos de comunicação social é determinante para a conquista e manutenção do poder.

Será por acaso que o grupo EMPRESA se empenha tanto em promover um economista reputado e medíocre político, António Borges?

Será por acaso que Cavaco deu à Igreja a TVI que, segundo Mário Castrim, nasceu na sacristia e desaguou na sarjeta? De recordar que Castrim era um católico praticante, espécime quase tão raro como o lince da Malcata.

Por que motivo a direita ficou tão preocupada com a entrada do grupo espanhol PRISA na comunicação social portuguesa? Eu também fico mas por motivos diferentes.

Até Marques Mendes, inteligente e habitualmente com senso, não resistiu a invocar a defesa da língua portuguesa como se a TVI, alguma rádio e os jornais pudessem começar a usar o castelhano.

Depois de ouvir as gravações de um director-geral da PJ a violar o segredo de justiça para um jornalista do Diário da Manhã e a mostrar satisfação pelo facto de que a simples referência a Ferro Rodrigues no processo Casa Pia era o suficiente para o destruir, fiquei enojado.

Sabem o que sucedeu a esse tal Adelino Salvado que com Portas e Celeste Cardona nos intimidou? Foi para o Supremo Tribunal de Justiça como juiz conselheiro.
Anónimo disse…
Ó André, ó Esperança,
está na hora de V. lançarem um novo jornal em Coimbra.
Deixo-vos uma sugestão de título: Acção Socialista.
Que tal?
Anónimo disse…
Mas este André e este Esperança pensam que estão a falar para quem????
Eu estou estupefacto!!!
A direita domina os jornais, domina a comunicação social???!!!! Só pode ser para rir! Mas esta gente pensa que as pessoas são estupidas e burras???!!! Eu estou parvo!!! Se há sectores que na sua maioria sempre têm sido hostis em relação à direita, são a imprensa, pseudo-intelectuais, certos circulos ligados ao ensino, etc.. Toda a gente o sabe e só quem é desonesto politicamente diz o contrário.
Já se devem ter esquecido do tempo do bronco do Machado em que a comunicação social era amordaçada cá em Coimbra e em que alguns directores de jornais foram mandados embora porque as suas preferências partidárias eram diferentes das dele.
Até no tempo do Cavaco dominavam a comunicação social; lembram-se quem era o director da LUSA???? Eu elucido os mais esquecidos: Fausto Correia.
Tenham vergonha e eu que até sou uma pessoa razoavelmente comedida virei aqui festejar a enorme malha que voces irão levar na cidade de Coimbra e na maioria do País.
Enfim...
Anónimo disse…
Fausto na Lusa (e na Anop): a grande obra da vida de um socialista ilustre!
Com Cavaco e Loureiro no poder!
(são precisas mais explicações?)
Vitor Manuel disse…
A comunicação social é neste momento um feudo da esquerda.
A censura de cariz trotskista, é mais eficiente e subtil que a do lápis azul.
Para os debates para as primeiras páginas dos jornais só entram noticias dos partidos do sistema. A desculpa esfarrapada é a de dar primazia aos partidos com mais peso eleitoral.
Quando um incauto cidadão tem a coragem de exprimir opiniões, que são contrárias nova ordem é logo queimado na fogueira dos hereges.
Não venham então atirar poeira para os olhos dos cidadãos.
O problema com a PRISA, não tem só a ver com a invasão Espanhola aos meios de comunicação social portugueses. O preocupante é que este grupo económico é controlado pelos socialistas espanhóis. Vindo portanto a engrossar o controle da esquerda na Tv.
Gravatas disse…
Duas breve notas telegráficas:

André, entendo que a Sé Nova mereça tratamento especial, por causa da "Senhora Drª Arménia Coimbra", mas relembro que Coimbra tem 31 freguesias e em cada uma delas há várias listas candidatas.
O André, já viu o "Senhor Dr. Hélder Abreu" nos jornais? Ou pensa que ele não anda a fazer campanha?

Carlos, esse seu ódio ao Cavaco, à Igreja, aliás a tudo o que pense diferente de si leva-o por vezes a ficar com o pensamento de tal modo turvo que comete pequenos erros... O Grupo é a IMPRESA e não EMPRENSA
Mano 69 disse…
«Visitámos muitas instituições da freguesia. Instituições como o A.C.M.,»

Visitaram a ACM (Associação Cristã da Mocidade)?
E pediram autorização ao Secretário-geral da dita? O Sr. Graciano?
Anónimo disse…
ó André, foi assim que o vitinho se lixou..a dizer mal dos jornais não vais lá
Anónimo disse…
Este tipo apareceu pa politica quando ?
Ó meu, seres prof da fac. direito não te faz merecer mais destaque ou importancia que o candidato do Botão !!
Pateta alegre !!
Anónimo disse…
n é professor.. é um reles assistente
Anónimo disse…
é assistente mas é dos espertalhaços que quando der jeito está afastado da políica e coloa-se na cátedra, quandoa coisa puder pintar interesseiramente aparce nasede e não sai de lá
Anónimo disse…
opá...o ANDRÉ perdeu tudo ao aceitar ir na lista da senhora arménia que quantoaser uma boa advogada há outras opiniões. Masamboscolocaramse por vontade própria no nível em que acham que estão bem: ao nívelde junta de freguesia.Com cromos na lista da cãmara do batista estar numa junta não é nada bom

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime