Por que razão Cavaco Silva não é um político profissional?

Por que razão Cavaco Silva não é um político profissional?
Não é político?
Não é profissional?
Não é político profissional?
Isso é um argumento favorável à sua candidatura?
É um defeito de que ele se lamenta?
É um cínico?
É brincalhão?
Mas... ele foi Ministro das Finanças de Sá Carneiro (1980)! Começou aí a levar Portugal à bancarrota de que Soares nos livrou em 83-85!?
Ele foi Primeiro-Ministro de 85 a 95?!
Candidato a Presidente da República em 96!?

Quer ele dizer que não lhe conhecemos pensamento sobre as grandes questões do Mundo nos últimos 10 anos? Só falou em "moeda boa e moeda má" e num tal "monstro" - que afinal foi criado em 87-95, segundo Cadilhe (o seu Ministro das Finanças!)
Quer dizer que apesar dessa sua passagem pela política tem outra profissão? É Professor Universitário. É natural! Não deve constituir surpresa! Sampaio e Soares eram (e são) Advogados.
Marques Mendes e Santana Lopes, é verdade, não se lhe conhecem outras profissões...
Mesmo o Eng. Sócrates - um político assumidamente profissional - ainda trabalhou uns meses como Engenheiro....

Fica o estilo anti-político de um homem que marcou, para o bem e para o mal, os últimos 25 anos da política portuguesa!
Faz lembrar Manuel Monteiro ou - sem querer que me levem muito a peito - O Jean-Marie Le Pen.

Também disse que não concorre pelas "mordomias da Presidência"!
Mas quais mordomias?!?
A que se estará ele a referir? À reforma de Presidente que Soares aufere? Ou à Reforma de Eanes?
Será um homem com tabus?
Será um homem sem reformas?
Será apenas aquele gostinho de dizer mal da classe política que tanto agrada ao povo invejoso?

Comentários

el s (pc) disse…
É bom ver que o rigor impera. Cavaco foi ministro das finanças de Sá Carneiro, não de Balsemão.
Anónimo disse…
O que Cavaco é:
- um homem que subiu a pulso na vida;
- um homem que trabalha desde novo;
- conseguiu fazer a licenciatura;
- fez o serviço militar obrigatório;
- tirou um doutoramento;
- desempenhou cargos políticos quando os portugueses o elegeram;
- voltou à sua profissão quando deixou de exercer cargos políticos.
Ou seja: Cavaco é um cidadão como deveriam ser todos os políticos.
Mas não: em Portugal há cada vez mais gente que não faz mais nada na vida a não ser política.
São os políticos profissionais.
Mário Soares já confessou ser um deles.

(É por tudo isto que Cavaco está mais próximo de mim, que trabalho desde os 15 anos, do que Mário Soares. É também por isso que votarei Cavaco Silva).
andrepereira disse…
Aníbal Cavaco Silva
(n.1939)

Aderiu ao PSD, então PPD em Maio de 1974. Em 1980 foi nomeado ministro das Finanças e do Plano no VI Governo Constitucional, demitindo-se em 1981 e recusando-se depois a integrar o novo executivo liderado por Pinto Balsemão na sequência da morte de Sá Carneiro. No mesmo ano foi nomeado membro do Conselho Nacional do PSD. Juntamente com Eurico de Melo trava uma luta à margem do partido, opondo-se de forma veemente à entrada de Ramalho Eanes no PSD. No famosíssimo congresso da Figueira da Foz arranca uma vitória surpreendente e inequívoca, tomando conta do partido. Então rompe com a coligação PS/PSD, o chamado "Bloco Central" que inicialmente apoiara e exige a realização de Eleições Legislativas. Na sequência das Legislativas foi obrigado a formar Governo, tomando posse como primeiro-ministro do X Governo Constitucional em Novembro de 1985, uma vez que não obteve maioria absoluta. Este Governo viria a cair em virtude da aprovação da moção de censura apresentada na A.R. pelo PRD e apoiada pelo PS. Cavaco Silva voltou a concorrer à frente do PSD nas Legislativas de 1987 obtendo a maioria absoluta, maioria que se viria a repetir nas legislativas de 1991, tendo assim presidido também aos XI e XII Governos Constitucionais. No fim do mandato distancia-se do partido e ao ver falhada a sua eleição nas Presidenciais de 1996 abandona a vida política, para continuar a sua carreira de docente

Obrigado el_sniper... o diálogo é sempre enriquecedor!
Mano 69 disse…
O homem ainda só agora começou e já há gente a ressacar...
minhacoimbra disse…
Cavaco não é politico profissional, pois todos sabemos que é economista e da economia faz a sua vida. Professor Universitário, e um respeitado economista quer em Portugal quer no estrangeiro.
Quanto a Soares, será que todos os portugueses conhecem a sua foemação académica??? Advogado? ou apenas uma pessoa licenciada em direito que nunca exerceu a advocacia!!!! Haja rigor e uma certa honestidade...
M disse…
Que discussão mais fútil!!!
Anónimo disse…
nota: Cavaco nao é respeitado no estrangeiro como economista, aliás muito poucos economistas portugueses o são.
Anónimo disse…
Porque é que a afirmação Mas... ele foi Ministro das Finanças de Sá Carneiro (1980)! Começou aí a levar Portugal à bancarrota de que Soares nos livrou em 83-85!? pode ser considerada como correcta.

Ver blogdelsniper.blogspot.com
Clickbank Mall disse…
Come Visit Santa at his blog and tell him what you want for Christmas,
Anónimo disse…
Discussão fútil?
O "m." você deve andar noutro mundo...
Ainda não percebeu que é mesmo por causa disto que Cavaco vai dar uma "banhada" a Soares?
Anónimo disse…
Num país "normal" seria fútil, em Portugal não é porque "temos" uma atracção por esta velha tradição de rancor classista onde, por incrível que pareça, a direita é campeã, embora sempre tenha rejeitado a luta de classes e, suprema ironia, se coloque na posição contrária à que deveria ter. Quer dizer, a direita em Portugal é pimba e vive na sombra do exemplo do dr. Salazar (o das galinhas no pátio de S.Bento). Depois há um bando de "tias" e "tios" que sabem (ou julgam) que tirarão partido da situação. Verdadeiramente, o povaréu vota Cavaco porque tem a sina de pretender que alguém (dos seus) lhes trame a vida. Que façam bom proveito, mas continuaremos no último (habitual) lugar da Europa.
Anónimo disse…
CAVACO É UMA FRAUDE!

Após ter sido corrido pelos votos do povo em 96, reaparece agora em cena travestido de civil e professor universitário não se assumindo como político (apesar de
Cavaco também ser um dos mamões das doiradas reformas dos políticos).

CAVACO É UMA FRAUDE!

Cavaco e o seu séquito de promotores hipócritas sedentos de poder e revanche, hoje tenta demarcar-se das responsabilidades pelo pão amassado pelo diabo que andamos todos a roer.

Cavaco é uma fraude como político, e também não tem reputação internacional significativa firmada como economista. É um banal e irrelevante professor universitário, notável apenas por ter sido primeiro ministro durante demasiado tempo. Foi tempo que o país perdeu. Já passou.

CAVACO É UMA FRAUDE!

Não quer dizer que não seja um prof economista competente nos seus credos, já que cozinha pelo livro das receitas neoliberais que resultam no aumento da riqueza de alguns poucos, à custa do suor de muitos.

Cavaco é uma fraude e vai ser um prazer vê-lo regressar ao túmulo, ao campo dos políticos mortos onde pertençe.

Quando Cavaco voltar a cair, após perder as eleições, vais ser também um prazer, ver os "reaças" fanáticos e falsos democratas que o apoiam a denegri-lo e a apagar a sua memória. Não se perde grande coisa mas vai ser um prazer - como fizeram com o Santana-menino-guerreiro, coitado...

CAVACO É UMA FRAUDE.

VAI LEVAR OUTRA "BANHADA".


BPC
Anónimo disse…
SOARES É UMA FRAUDE

Claro como água: Soares é uma fraude.

Pois o homem nem sequer conseguiu ser "um banal e irrelevante professor universitário, notável apenas por ter sido primeiro ministro durante demasiado tempo".

Está comprovado: SOARES É UMA FRAUDE!
Mano 69 disse…
O PAI NATAL não é uma fraude!

Apesar de ser alimentado pelas grandes multinacionais dos brinquedos e produtos afins o Pai Natal será sempre um garante da união de todos, sejam eles de direita, esquerda ou mesmo transgénicos.
O único problema do conceito Pai Natal é as “banhadas” que alguns/algumas apanham quando recebem o que não querem, ou pior, quando não recebem nada!

Viva o Pai Natal, abaixo a dicotomia Soares/Cavaco.

P.S.: E já repararam que o Carlos Esperança se deixasse crescer as barbas até ao Natal poderia passar por um pai Natal?
Anónimo disse…
Minhacoimbra:

Soares foi advogado de sucesso. Claro que o exílio lhe interrompia a profissão.

Defendeu vários réus no odioso Tribual Plenário, de borla, como era timbre dos advogados quando estavam em causa os direitos e liberdade dos cidadãos.

Foi professor e é formado em história e filosofia, também.
Anónimo disse…
O Soares também foi assalariado dos Melos quando esteve no exílio (dourado) em S. Tomé e Príncipe?
minhacoimbra disse…
ó Carlos Cidade...

O Soares e a sua familia, como bem sabes, é oriunda das Cortes (Leiria), local onde habito (apesar de me ter licenciado em Coimbra). O meu avô, ainda era da mesma familia. Eu sei o que te digo! Advogado de sucesso!!!! Vou contar esta aqui e, se me permites, até vou imprimir o teu post, para mostrar a alguns amigos e familiares... vai ser um fartote de rir.....
Advogado de SUCESSO (foi a melhor do dia!!!)
Um abraço...
Anónimo disse…
Para ser um adbogado de sucesso tinha de ter trabalhado.
Ora, Soares nunca trabalhou...
Anónimo disse…
Cavaco Silva não é um profissional da política porque não tem mesmo jeitinho nenhum para ela.

Só um amador governaria Portugal com duas maiorias absolutas e deixaria o País à frente dos gregos - o que, convenhamos, não é muito honroso para a nossa costela árabe e a outra latina!...
Anónimo disse…
Where did you find it? Interesting read » »

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Insurreição judicial