O Salvador da Pátria!

Como é possível reescrever a história de uma forma tão ignóbil, Cavaco Silva certamente esqueceu-se das responsabilidades que teve, enquanto Primeiro Ministro, na criação do “Monstro” (entenda-se Funcionamento da Administração Pública) e vem hoje qual salvador da pátria dizer que não se resigna! Estamos de facto a entrar no grau zero da política, como é possível passar desta forma uma esponja sobre o passado? E pasme-se só precisou de 10 minutos.

Comentários

Anónimo disse…
Just thought I'd let you know about a site where you can make over $800 a month in extra income. Go to this site   MAKE MONEY NOW  and put in your zip code..... up will pop several places where you can get paid to secret shop, take surveys, etc.  It's free.  I found several and I live in a small town!
Anónimo disse…
O Cavaco Silva como economista cometeu alguns erros mas no geral nao foi pior do que outros governos.
Quanto a erros:
O primeiro erro foi em 1979 aquando da sua passagem fugaz pelo ministerio das financas no governo de Sa Carneiro. Decidiu combater a inflacao parando a desvalorizacao continua do escudo. Os nossos concorrentes mais directos (Grecia, Espanha e Italia) continuaram a desvalorizar as suas moedas. Resultado: Portugal perdeu competitividade internacional, a inflacao nao foi parada uma vez q n houve contencao salarial e em 1983 tivemos q implementar um plano de emergencia do FMI. Basta ler os relatorios anuais do BPortugal de 1978 a 1983. (Houve mais causas da crise mas esta ajudou)

O segundo foi muito mais duradouro. Nao foi bem um erro, foi uma ausencia de politica de I&D para Portugal. Nao reformou nem estimulou este sector, ao contrario de Espanha, e o resultado e' que hoje somos ultrapassados por economias de leste onde o nivel de formacao dos cidadaos e muito maior do q em Portugal.


Mas e os outros o que fizeram? Restruturaram a politica economica eindustrial do pais, ou mantiveram-se sempre leais a lobbies economicos? Contribuiram para rupturas ou mantiveram os incentivos para q se mantenha tudo na mesma. Qual a contribuicao do M. Soares para o desenvolvimeto do pais? Ou do Guterres, ou do Socrates, oudo Durao, o do Santana?
Estruturalmente estamos na mesma, dependentes de mao de obra barata e sub-contratacao. O que e' peciso e romper com voces (dirigentes e politicos portugueses movidos por interesses de "job for the politcs"), pq se Salazar nao queria uma populacao instruida para manter o poder, os politicos portugueses nao querm uma populacao demasiado instruida que possa questionar o poder.

PS: O argumento do combate ao lobby das farmacias é falso, pq s por um lado se tira com uma mao äs farmacias por outro dá-se com a outra a venda aos hipermercados (que n s vigiados nas suas politicas de cartel e divisao do país). Mais proficuo era verificar o preco dos medicamentos e multar a ANFarmacias por praticas de cartel, mas isso mexe no bolso d quem subsidia partidos....
Anónimo disse…
Ao ouvir as palavras iniciais do discurso de Cavaco Silva ás presidenciais julguei estar a ouvir um cadidato a primeiro ministro. Será que Cavaco Silva pensa mesmo que um Presidente da Republica vais ter intervenção directa na diminuição do número de desempregados ou na progressão económica do País? Ou será que o candidato não consegue comunicar de outra forma tal o peso económico da sua formação académica e profissional? Vamos ver como se comporta de futuro...
Anónimo disse…
ó Moita e o Fausto quando vier será um cavaco 2??? ainda terás de morder a língua e ponderar aquilo que escreveste...
Nuno Moita disse…
Sr.anonimo,

Eu apenas expressei aquilo que acho e não ofendi ninguem, quer queira, quer não o Dr.Cavaco Silva tambem teve responsabilidades na actual situação do país, em particular ao nível da ineficiência do funcionamento do Estado
Nuno Moita disse…
e concordo com o expresso pelo anonimo das 2.15 p.m, que mais parecia um discurso de candidato a primeiro ministro
Anónimo disse…
Já agora quantos dos que aqui mandam posts tem o seu salario garantido pela administracao publica?
Desde já o próprio Cavaco trabalha no sector do estado, eu tb e vocès.
Sendo honestos digam se o sistema publico fosse eficiente quantos postos de trabalho dentro da vossa categria seriam eliminados (em percentagem).
Quanto a mim penso que cerca de 20 a 25% o que dá a probabilidade de 20 a 25% de eu ser um parasita. Quanto ao Cavaco pelas funcoes que desempenha penso que 10%, logo a probabilidade de ser um parasita é de 10%.
Tenham coragem e sejam honestos.
Anónimo disse…
Este "post" tem uma virtude: fez-me rir!
E rir faz bem à saúde.
Obrigado!
(Em Fevereiro lá nos encontraremos a votar...)
Anónimo disse…
Esperança, Esperança!
Ó rapaz, preocupa-te mais com o dr. Soares e deixa em paz o Prof. Cavaco.
Tens é de fazer campanha pelo teu candidato.
Qualquer dia acontece-te o mesmo que te aconteceu nas autárquicas: preocupaste-te tanto com o Encarnação que o Baptista levou uma "banhada".
Anónimo disse…
O verdadeiro culpado disto tudo é o D. Afonso Henriques. O Cavaco não presta. Vota na Múmia.
Anónimo disse…
Cavaco pode não ser o salvador da Pátria; tenho as minhas dúvidas.
Mas tenho uma certeza: Soares será o coveiro.
Anónimo disse…
Cavaco já defendeu a Pátria no tempo da guerra colonial.
Por falar nisso: onde é que Soares prestou o serviço militar?
minhacoimbra disse…
Ó nuno... em primeiro lugar "dizer" é assim, que se escreve e não "disser"...
Depois, acho-te um piadão falar em economia! Tu o bronco que precisou do paizinho para ser tranferido de Física (acho que ers isso) para economia!
Depois, também o teu papá te arranjou trabalho nas estradas não foi???? que granda Tacho!!!!
Anónimo disse…
Quem é o Nuno?
Contem lá, que estou curioso!
Nuno Moita disse…
MinhaCoimbra
Esteja à vontade para se identificar, ao contrário de si não sou rancoroso e não guardo mágoas ou invejas escondidas, seja "gente" e identifique-se.Caso contrário peço-lhe para participar na discussão do tema e não andar a agredir e a lançar calúnias.
O meu muito obrigado.
Anónimo disse…
Ó Nuno, então escreves e não esclareces!
É verdade ou é mentira?
Repito: quem é o Nuno?
Anónimo disse…
Para dizer a verdade o monstro não é um monstro, só se chama monstro em Portugal. É vardade que o orçamento do estado absorve 47% do PIB português, e depois? Países há onde a percentagem chega aos 60%.

O problema é o mesmo quer no estado quer na privada, chama-se falta de concorrencia e lobbies. Portugal tem de perder a mania de andar sempre à espera que o Estado resolva tudo, proteja as empresas e dê emprego a todos, quer seja através de despesa, quer seja através de leis de favorecimento, quer seja através do fechar de olhos a práticas não concorrenciais.
Anónimo disse…
Ó NUNO...VÊ SE TE CALAS....TU QUE QUERIAS IR EM 2.º LUGAR AQUI NA CÂMARA DE CONDEIXA, NEM SEQUER FICASTE COM O 3.º E ACABASTE POR NÃO SER ELEITO.
É DA VIDA PÁ!
Anónimo disse…
Bem precisa a Pátria de um Salvador! Estamos todos mesmo a precisar de ser salvos. Salvem-nos, por favor! Salvem-nos!
Já viram bem a nossa aflição? Estamos todos mesmo aflitos, não é? Salvem-nos, salvem-nos, que nos perdemos.

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime