No rescaldo das Autárquicas/2005


Antes a perda das eleições do que a do País. É preferível viabilizar Portugal a assegurar vitórias eleitorais.

Vitória eleitoral até Durão Barroso teve, de braço dado com a pior das companhias – Paulo Portas. E foi com essa vitória que surgiu a recessão, ajudada, é certo, pela crise internacional; que o desemprego se descontrolou; que o desânimo invadiu Portugal enquanto a credibilidade externa se diluía numa deriva atlantista de contornos belicistas, irresponsável e subserviente à actual administração republicana dos EUA.

Do pelotão da frente, no avanço e aprofundamento da União Europeia, passámos para a retaguarda. Fomos cúmplices na invasão do Iraque que – sabemo-lo agora, pela BBC –, resultou da conversa de Deus com Bush e da obediência deste aos desígnios divinos.

O PSD tem hoje a liderá-lo um democrata europeísta – Marques Mendes. É a direita de rosto humano, com sentido de Estado. Não há, pois, receio de que Portugal se converta na Madeira cujo autocrata vitalício transformou numa ilha politicamente monocolor e democraticamente asfixiante.

Até o CDS, que alberga a franja mais reaccionária e troglodita do eleitorado português, é dirigido por um líder civilizado e europeu.

Assim, sejam quais forem as vicissitudes dos próximos actos eleitorais, não é o regresso ao autoritarismo que se vislumbra, nem a reprodução do polvo madeirense nos ameaça.

Agora é o momento de o PSD dizer como pensa corrigir défices orçamentais e a quem pretende fazer pagar a crise.

O aperto do cinto está apenas no princípio e os produtos petrolíferos não regressam aos preços do passado. Os sacrifícios que nos esperam não auguram tempos fáceis para o Governo. Apenas espero que não tenha a tentação de fazer pagar aos mais fracos o ónus que a herança recebida e a conjuntura que persiste nos obrigarão a pagar.

Comentários

Mano 69 disse…
«Agora é o momento de o PSD dizer como pensa corrigir défices orçamentais e a quem pretende fazer pagar a crise.»

E eles, PS, ouvem ou tomam atenção e empenho nas propostas?
Não será a proposta de Carlos Esperança utópica e inexequível? É que quem está no poleiro muito dificilmente toma as partes pelo todo…
Anónimo disse…
Mano 69:

As eleições servem para fazer julgamentos. Espero que o PSD se prepare para fazer melhor do que da última vez.

E não é dizer demagogicamente que o Governo hostiliza os funcionários públicos, é dizer a quem vai tirar mordomias ou, caso seja possível, como vai mantê-las.
Anónimo disse…
Caro CE,
E a nível local o que deve fazer VB?
Para começar não será mau terminar com as demagogias... e parar de dizer que o PS subiu em Coimbra (concelho)...
Anónimo disse…
E o Ricardo Castanheira, o belo tacho!!

O pS assim afunda-se!
Anónimo disse…
O CASTANHEIRA PERDEU MAS TEVE UM TACHO DE PRÉMIO!
O NOSSO PS É DEMAIS
Anónimo disse…
Castanheira, o jovem do tacho: o grande vencedor da derrota socialista em Arganil.
E esta?!
Anónimo disse…
Sejam honestos. Há diferenças notórias entre este PS e o PSD ? Quanto a mim : NÃO ! Os funcionários públicos serão sempre atacados quer por um ou pelo outro. A grande finança será sempre poupada !
Anónimo disse…
Desanimado:

Com todo o respeito que as suas opções me merecem, acha que o erário público comporta as despesas actuais com a função pública?

Em caso negativo pergunto: Quer reduzir vencimentos, despedir pessoas ou cortar regalias?

Não encarar estas hipóteses é um acto de demagogia ou insensatez.

Desculpe a rudeza da linguagem mas a realidade não pode ser escondida, nem as soluções adiadas eternamente.
Anónimo disse…
No ícone usado por CE faltou colocar o "Bochechas", porque se a Justiça funcionasse como deve ser neste País o mesmo já teria sido constituído arguido duas vezes, por claríssima violação da lei eleitoral.
Retiro o que disse se o mesmo tiver alegado inimputabilidade, porque efectivamente só pode ser o caso. E como se trata de facto público e notório, não carece de qualquer prova...
Anónimo disse…
Troglodita, com todo o respeito que me merece a carriça, é V. Exa.
Anónimo disse…
Soares é inimputável?
Anónimo disse…
O filho do Soares levou uma grande banhada mesmo com o apoio (ilegal) do pai!
Anónimo disse…
é bonito usar alguns argumentos para justificar a incompetência e a falta de carácter e depois assobiar para o lado e fingir esquecer o passado. Pois...mas há quem tenha memória: Baptista fez em 2001 o que ninguém fez este ano. Aconselhou alguns candidato a não aceitarem ser candidatos ( exemplo: cantanhede e poiares ) e não apareceram uma única vez para ajudar Manuel Machado.Como poderiam se queriam que ele perdesse?
TENHAM VERGONHA NESSASVOSSAS CARAS E TENHAM MEMÓRIA. POR ÚLTIMO: BAPTISTA NÃO PRECISOU DE NINGUÉM.QUIS FAZER TUDO SOZINHO. EXCLUIR OS ÚNICOS VRDADEIROS OPOSITORES DE ENCARNAÇÃO E FICOU COM A LISTA DOS MAIS MEDIOCRES DO PS.
A CULPA É SÓ SUA.
NÃO ME OBRIGAM A MIM A APOIAR DELIBERADAMENTE E PUBLICAMENTE UM CANDIDATO QUE USOU ESTRATAGEMAS POUCO CLAROS E POUCO ÉTICOS PARA SE IMPOR COMO ANIDATO QUANDO HAVIA OUTROS MAIS CREDÍVEIS.
O PS FEZ A DEMOCRACIA MAS PRECISA AGORA QUE O SALVEM DESTE ESTRANHA E COMPLEXA DITADURA CACIQUE

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Insurreição judicial