Indonésia – Proselitismo sem alvará

«Duas mulheres foram detidas, no domingo, por pregarem o cristianismo. A polícia explicou que as mulheres estavam a distribuir panfletos explicando às pessoas como resolver os seus problemas através da Bíblia.

Segundo as autoridades, as detidas não tinham qualquer autorização para fazer esta distribuição». - informa o DN, hoje, (pág. 22).

O totalitarismo islâmico, qualquer totalitarismo, seja qual for a natureza, não pode ser combatido com fundamentalismos de sinal diferente. Para evitar guerras religiosas é necessária a separação radical entre o Estado e as Igrejas.

O Estado tem o dever de garantir a livre expressão das convicções, de todas as convicções, incluindo as religiosas, sem ter de pronunciar-se sobre cada uma delas.

O Estado é incompetente em matéria de fé e, sempre que se liga a uma religião é a liberdade que põe em causa. Só a laicidade evita que o proselitismo conduza a confrontos e garante o pluralismo e o respeito pelos direitos individuais.

Apostila - Hoje, um ataque suicida provocou dez mortos e dezenas de feridos em Israel. As universidades da fé são excelentes escolas do crime.

Comentários

Anónimo disse…
O exercício informativo e de denúncia das escabrosas e arcaicas manifestações das sociedades islâmicas, em que o Esperança se meteu, vai dar água pela barba.
Eles são milhões...e parecem não ter emenda!
Já suspiro por qualquer coisa de bom (...vá lá de razoável) que aconteça por essas paragens.
Senão o pessimismo vai
apossar-se de nós e a habituação amolecer-nos
Anónimo disse…
Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. » » »

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime