SNS – Mentiras e oportunismo


«O sistema de Saúde português ficou em 12º lugar, na tabela classificativa da Organização Mundial de Saúde (OMS), no conjunto de 191 países.
(...)
Um dos indicadores desse sucesso é a baixa mortalidade infantil nos últimos anos».

Deixem passar alguns dias. O Sistema Nacional de Saúde voltará a ser acusado de ser um dos piores. Passará a ser hábito atribuir-lhe os maiores defeitos e lançar sobre ele o descrédito. Nisso estarão juntos os oportunistas do costume e os idiotas de sempre.

Há muitos interesses à espera de o destruir, muitos apetites a devorá-lo, demasiada impaciência em substituí-lo.

As cumplicidades que se conluiaram para o depreciar têm esbarrado na Constituição da República Portuguesa, no empenho e dedicação de médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde e na apreciação da OMS, impermeável aos interesses privados.

Comentários

Anónimo disse…
Já com este post estou genericamente de acordo. Mas importaria saber quais os critérios que presidem à elaboração deste ranking. Vi-o na diagonal e havia resultados algo estranhos...

Aliás, a OMS está a preparar a revisão dos critérios. Veremos se as listas elaborados no futuro confiram a posição do SNS.

cordialmente
Zacarias Torcato
cãorafeiro disse…
excelente post.

que me leva a perguntar: que é que está interessado em descredibilizar o SNS? e porquê?

actualmente, a descredibilização do SNS parte sobretudo do ministro de saúde correia de campos. de um governo psd e cds, eu esperaria tais ataques. mas não de um governo PS.

e já agora, por que razão não se acaba com a gestão privada no amadora sintra?

vivemos numa economia predadora em que os grandes grupos económicos, tendo chegado ao limite da sua capacidade de inovação, se lança contra os bens públicos para os saquear.

considero que as parceria público privado na saúde são um erro histórico, o início do fim do SNS
Anónimo disse…
Para acabar com a bagunça neo-liberal de querer privatizar "tudo", seria necessário que tivesse ligar uma ampla, consciente e civilizada discussão daquilo que a população(não os gestores) consideram bens sociais (melhor, retorno dos impostos)a preservar.
Mais, complementarmente, que fosse também discutido os investimentos necessários e a desenvolver na área da solidariedade social.
Finalmente, os dados da OMS sobre o SNS, levam-me a interrogar em que lugar do ranking mundial estarão, por exemplo, os serviços públicos administrativos prestados à população?
Anónimo disse…
Há uma coisa que tenho como certa: Para o lugar obtido neste ranking da OMS em nada contribuiu o actual Ministro C Campos.

Há, ainda, outra coisa previsível: Estes (bons) resultados vão ser rapidamente engolidos pela lenga-lenga repetitiva, ameaçadora e, como se vê, falsa, dos lobbies da sáude.
Que se pode resumir: - NADA PODE CONTRARIAR O CAMINHO DA PRIVATIZAÇÃO (DESTRUIÇÃO) DO SNS.

Concluindo:
Nos próximos tempos vão intensificar-se os ataques ao SNS.
Identificando donde provêm sabe-se porquê. Fácil!
Anónimo disse…
e-pá! said...


"...Para acabar com a bagunça neo-liberal de querer privatizar "tudo"..."


Refere-se ao Governo Guterres? Certo?

socialismo com bolor, de tanto estar no funcdo da gaveta...
Anónimo disse…
A bagunça neo-liberal, neste momento, tornou-se numa epidemia que não atinge um espectro politico (partido) ou personagem
em particular. Endémica.
Assim, a titulo de amostragem, podemos considerar:

o liberalismo populista - PSD e PP;
o liberalismo demo-cristão - PS (Guterres)
o liberalismo tecno - PS (Socrates)

... Há uma ementa para todos os gostos. Parece um snack!

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?