Como Egas Moniz?

A romagem que ontem levou Madail a Madrid é – para os desconhecedores dos meandros futebolísticos - um acto de desespero.
Trata-se de lutar pela sua sobrevivência na FPF. Porque, de facto, a qualificação de Portugal para o próximo Europeu só será possível por milagre. E, para Madail, o milagre chama-se Mourinho.

Madail apresentou-se em Madrid como o aio de Afonso Henriques, nos tempos de antanho, foi a Toledo. De baraço ao pescoço!

Resta saber se Florentino Pérez. (presidente do Real Madrid) será tão complacente quanto o foi, na época, Afonso VII de Castela.

Parece cada vez mais evidente que Madaíl terá sido demasiado profano e negligente para receber tão miraculosa graça.
E, não havendo “milagre”, a FPF, deverá seguir o seu curso natural carregando com a enorme responsabilidade de uma insustentável situação que deixou criar na representação nacional de futebol. E, o "curso natural", será a renovação [global] dos seus actuais dirigentes.

Comentários

Graza disse…
...se a vergonha lhes chegar a tanto!

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Insurreição judicial