Vaticano - É preciso topete

O papa Bento 16 fez um discurso onde conectou o ateísmo ao nazismo. Depois de criticar o “extremismo ateu”, ele elogiou a actuação dos britânicos na Segunda Guerra Mundial porque “se opuseram a uma tirania nazista que pretendia erradicar Deus da sociedade”.

Nota: O antigo membro da juventude nazi quer esquecer o passado.

Comentários

Anónimo disse…
o paSSado.
e-pá! disse…
O problema que Bento XVI não consegue resolver [teologicamente] é o facto do nazismo ter pretendido implantar-se na Alemanha [e no Mundo] como se fosse uma religião.
Tal pretensão conflituou directamente com os milenares interesses da cristandadde [católicos e protestantes].
E, esse conflito, arrastou os "fautores" da doutrina nazi para os caminhos do paganismo.

Sendo assim, misturar paganismo com ateísmo é pretender re-escrever discricionariamente [ao sabor dos interesses] a história das civilizações.
Ninguém pede, nem espera isso, da Igreja.
Quando Ratzinger envereda por este caminho caí no diletantismo filosófico e revela o desnorte da sua Igreja perante um novo Mundo em que a descrescença nas religiões prolifera.
Está exactamente num País onde tal fenómeno se verifica.
E, sendo assim, as suas inconsistentes teorizações tornam-se anacrónicas...
Ratzinger, mais uma vez, equivocou-se, o que não sendo raro, é mau para o seu arcaico estatuto de infabilidade...
Anónimo disse…
Enviei agora um email à minha lista de endereços com este post e em que digo no final:
"Depois de séculos a queimarem pessoas vivas - que, dignamente, não se quiseram pôr de joelhos a seus pés - como se de madeira velha se tratasse, depois de séculos a aliarem-se às TIRANIAS mais cruéis de todo o Planeta - inclusivé o NAZISMO... - de facto é preciso UMA SEM VERGONHA desmedida, SÓ POSSÍVEL com a passividade baseada no MEDO SUPERSTICIOSO de certas pessoas - MAS, DE FACTO, O QUE ESTÁ EM CAUSA É UM PODER MATERIALISTA RIQUÍSSIMO, DISFARÇADO POR UMA ESPIRITUALIDADE MAIS FALSA DO QUE O PRÓPRIO "Judas" que segundo eles terá traído Cristo - QUE ELES ESTÃO SEMPRE A TRAIR!"
Anónimo disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
T:

Também subscrevo o seu comentário.
Graza disse…
"E, esse conflito, arrastou os "fautores" da doutrina nazi para os caminhos do paganismo." Do paganismo, esta parece ser a análise correcta do que aconteceu, outra conclusão só pode ser por má fé.

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?