O novo líder do Labour


Edward Miliband foi eleito líder do Partido Trabalhista britânico.

Assumiu-se como "o candidato da mudança" e, durante a campanha, preconizou uma viragem à esquerda do seu partido, centrando a sua atenção na fustigada classe média e numa maior articulação com os sindicatos, i. e., regressando aos princípios trabalhistas.

Um jovem político [40 anos] distante do inconsequente New Labour protagonizado, entre outros, por Tony Blair.

Entrou em força na política, em 2005 [há 5 anos], quando foi eleito para a Câmara dos Comuns.

A sua juventude e o facto de ter entrado nos meandros da política depois de 2003, "limpam-no" de uma das mais nefastas nódoas negras do Governo Blair.
Não está politicamente comprometido com a desastrosa intervenção anglo-americana no Iraque, o que será um raro [provavelmente precioso] trunfo no seio da classe política britânica!
Este facto sendo pouco para definir a estatura de um novo líder é, para já, um bom começo.

Comentários

Inicialmente foi colocada, por lapso, a foto do David.
É - Pá:

Não sou tão optimista!

A vitória tangencial da ala esquerda do Labour parece uma boa notícia mas o Partido é ingovernável com uma maioria sindical contra os militantes e deputados, como se provou no passado com o longo afastamento do poder.
e-pá! disse…
CE:

Ninguém neste velho Continente pode estar optimista...

Mas tendo sido o desacreditado New Labour a resposta política de Blair à precedente ofensiva ultra conservadora de Thatcher que, em termos de migrações partidárias, resultou num "arrumação" global em direcção [para] a Direita.
Nos tempos que correm é bom que se clarifique as posições no espectro político.
Nem David Cameron deve ser confundido com a "dama de ferro", nem Ed Miliband com o "critão-novo" Tony Blair...

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime