Processo Casa Pia

Parece-me que se fez justiça. Espero que os sindicatos judiciais sejam dignos dos magistrados que dizem representar.

Fez mais pela justiça uma discreta e delicada juíza do que faria um exibicionista em busca de exposição mediática.

Comentários

e-pá! disse…
Em meu entender os cidadãos condenados hoje pelo Tribunal de 1ª. Instâcia de Lisboa tem todo o direito de recorrer das sentenças proferidas, mas cometem um grave erro de avaliação ao tentarem deslocar o desfecho deste julgamento para a rua, forçando uma desmedida mediatização, em jeito de contra-ataque ou contestação da administração da Justiça, questionando tudo e todos.

A opinião pública - que desconhece os passos processuais - não lida bem com estas situações [com todos os tipos de crimes sexuais].

Por outro lado, a imagem recatada transmitida pelo colectivo de juízes contrasta com o enorme alarido dos condenados e a exaltação de alguns dos seus defensores.

Em jeito de rescaldo o Estado [de Direito] tem de tirar algumas ilações.
Uma delas é sobre a qualidade da Justiça quando a mesma é efectuada através de mega-processos;
Outra será que - independentemente dos resultados dos recursos - a sociedade portuguesa encontra-se, hoje, muito mais sensibilizada e vigilante para os crimes de pedofilia do que estava há 5 anos [quando começou este processo].
PokerAlho46 disse…
Como já li hoje numa rede social, "o que fazem os condenados a saída do campus a dar entrevistas para a televisão?"

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime