Momento de poesia


Dissertação sobre a mudança dos horários…


Mudaste os teus horários
os teus tempos já não estão
guardados no armário seguro
e aberto
no canto do teu quarto
confundo-me quando não te encontro
no lugar
que agora só posso adivinhar
e tudo fica mais longínquo
e incerto
como se já não existisses
no meu espaço.

Alexandre de Castro

Comentários

Reina Neto Pinto disse…
lindíssimo poema! tocante :)

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Insurreição judicial