Pagas a peso de oiro por todos os portugueses

Óscar Silva, o economista que Oliveira e Costa foi buscar à Credifin para fundar no Porto, em 1998, a BPN- Créditus, esteve em Inglaterra com alguns amigos a assistir a uma prova de automobilismo viajando no jacto privado do BPN.

*

Comentários

e-pá! disse…
O problema [grave] é que este caso BPN continua sem solução.
Mas, se esta escabrosa situação estivesse a apodrecer, ainda poderiamos indignar-nos [sem custos].
Continua, no entanto, a ser alimentada a peia de é necessário salvar o "banco/bordel".

A razão invocada é conhecida, trata-se de evitar contaminações [só se for de doenças sexualmente transmissíveis]...

Entretanto, ninguém se habilita a carregar com o BPN, nem de borla...[tal é a fama!]

E, no intuito de resolver situações [irremediáveis], a curto prazo, a actual gestão pretende mais uma "injecção" de 500 milhões de euros.
Se esse reforço de capital se efectuar antes de 31 de Dezembro, lá via por água abaixo o cumprimento do defice orçamental previsto para 2010...

Terá sido por isso que o ministro Teixeira dos Santos, só se disponibizou a deslocar-se ao Parlamento, para tentar explicar mais esta "operação", a 11 de Janeiro de 2011...

Até lá deverá ficar tudo em stand by.
Entretanto, sobra tempo para pensar noutras soluções... justas, menos onerosas e mais dignas. Enfim, que respeitem os portugueses, i.e., os contribuintes...

De facto, já demos [demasiado] para este peditório!

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime