Homenagem a Nicola Sacco e Bartolomeo Vanzetti


Hoje, 23 de Agosto de 2014, cumprem-se 87 anos que Sacco e Vanzzeti foram mortos por eletrocussão, nos EUA.

A sua inocência é inquestionável. Cinquenta anos depois da sua execução em 1927, a justiça americana reconheceu o erro e declarou-os inocentes.

Foram executados porque eram anarquistas e emigrantes.

Assassinados pela intolerância política (o juiz considerou não comprovada a acusação mas antes "inimigos das instituições") e porque eram italianos (num clima de histeria xenófoba), são mártires que interpelam sobre a xenofobia e a macabra pena de morte.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido