Entrevista eloquente

O padre Acílio Fernandes, condenado por maus-tratos a crianças e inibido judicialmente de exercer funções de natureza disciplinar na Casa de Setúbal, por sentença transitada em julgado, mudou-se para a Casa de Paço de Sousa (Penafiel) e foi promovido a responsável máximo das Casas do Gaiato.

Ontem, enquanto desmentia à agência Lusa os maus-tratos da instituição, deu uma bofetada a um menino de cinco anos que teimava em aproximar-se do local onde desmentia os maus-tratos à agência Lusa.

Quem agride para educar, educa para agredir.

Comentários

Anónimo disse…
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Mano 69 disse…
Mai nada

Quem agride para educar, educa para agredir.

Quem educa para agredir, agride para educar.

Quem agride para agredir, educa para educar.

Educa para agredir, agride para educar.

Agride agredindo, educa educando.

Só educando se agride, só agredindo se educa.

A verdade verdadinha.
Quem nunca teve a ideia de dar uma chapada à canalha que tem a mania de mexer no microfone do repórter que atire a primeira pedra.
Anónimo disse…
São estes resquícios do passado que nos fazem marcar passo.
Somos um País com peias por todos os lados.
Não está em causa o mérito da criação da Casa do Gaiato. Foi, é, uma obra social de grande valor. Ninguém contesta isso.

Resta saber porque é que instituições sociais deste cariz não são dirigidas por técnicos com competência na área (pedagogos, psicologos, técnicos de educação, de reinserção social, ou outros) e continuam entregues a sacerdotes (inegávelmente habilitados para o exercício de outras funções)?

No início era o Verbo e o Verbo era Deus...
Hoje nada disto tem consistência, nem faz sentido.
Anónimo disse…
Mano 69:

O Ministério Público acusou o director, padre Júlio Pereira, de crimes de maus-tratos a crianças. O antecessor, padre Acílio Fernandes, na sequência de idênticas acusações e de condenação judicial transitada foi afastado... para Director Nacional da Obra da Rua.

Sabe quantos processos já foram levantados a estes padres?

Fui professor 10 anos, sou pai há mais de 30 e tenho alguma preparação pedagógica.

O sofrimento de muitas crianças em Portugal não merece o seu jogo de palavras. Costuma ter uma sensibilidade diferente.

Espero que tenha sido num momento de menor reflexão.

Abraço.
Anónimo disse…
A publicidade ao blog já se encontra no post anterior.
Anónimo disse…
You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it film editing schools
Anónimo disse…
Enjoyed a lot! »

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime