Terrorismo de Estado

Israel deteve 64 personalidades ligadas o governo palestino do Hamas, nove dos quais ministros, na continuação da sua acção militar em Gaza. Os israelias justificam esta medida pelo facto de o Hamas estar implicado em acções terroristas.

Israel (Estado agressor) esforça-se por se colocar ao nível dos terroristas que combate.

A legitimidade da Palestina à existência, tal como a de Israel, é inquestionável.

Comentários

Anónimo disse…
"quem os inimigos poupa ás mãos lhe morre"

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime