Vale mais prevenir...

Comentários

Anónimo disse…
Os suicidios são a consequência natural da manutenção em funcionamento de um "campo de concentração" sem as minímas condições, no que diz respeito à dignidade humana, repudiado pela ONU e por um, cada vez mais poderoso, leque político americano (democrata e republicano).
Há que ter em conta o recente envolvimento nesta questão de diferentes Igrejas americanas.

Os governos dos países ditos "amigos" ( p. exº.:Alemanha, Inglaterra, Dinamarca e Suécia) premanentemente solicitados pelos EUA para o apoio na luta pela segurança do Mundo, pediram o encerramento da prisão, após as 3 mortes.

A Amnistia Internacional (AI)classificou o campo prisional como um "moderno gulag".

O sr. Donald Rumsfeld e o sr. Dick Cheney, dois "falcões" da política norte-americana acham que, pelo contrário, Guantánamo vai ser indispensável nos próximos anos... não estando previsto o seu encerramento.

A secretária de estado Condoleezza Rice, em entrevista à imprensa de seu país, defendeu contra as convenções do direito internacional, a perpetuação da
prisão, destes supostos terroristas.

Bush, prisioneiro político dos ulta-conservadores acolhe, sem visão crítica, estas opiniões.

Será a altura para começar a perturbar estes "falcões" enroupados de "defensores das liberdades".
Os estados europeus têm a estricta obrigação de comunicar à Administração norte-americana que, estes países "amigos", serão empurrados pela opinião pública, no sentido de considerar estas sinistras personagens do stablishment americano como "personas non gratas".

O sr. Barroso tão pressuroso na busca de grandes causas europeias mantem-se - convenientemente - quedo e mudo.
Compreende-se porquê. Ele também está no retrato (das Lajes)...

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime