Alegre e as eleições presidenciais

Sinto-me mais próximo de Manuel Alegre do que de José Sócrates. A idade, a memória e os afectos identificam-me irremediavelmente com um dos mais sólidos intelectuais portugueses, escritor de primeira água e resistente sem mácula - um herói civil de Abril.

Não recordar o exílio, não apreciar o poeta da liberdade, não estimar o tribuno das grandes causas e o soldado de todas as batalhas, é injustiça e falta de sensibilidade.

Dito isto, não apoio, neste momento, a candidatura de Manuel Alegre à Presidência. Com pena. Com raiva. Com mágoa.

A política é o que é. Apoiar Manuel Alegre, depois da decisão tomada pelo secretário-geral do PS, é afrontar o líder do partido e o primeiro-ministro.

Há nas movimentações a favor de Manuel Alegre quem se mova por princípios de ética, solidariedade e coerência. Mas há também quem queira ressarcir-se da derrota interna no PS, quem procure ganhar na secretaria o que perdeu nas directas, quem pretenda fazer tábua rasa de uma vitória com mais de 70% dos votos dos militantes.

Sendo as coisas o que são, não há melhor forma de combater o Governo do que através de candidaturas alternativas.

E não digam que as candidaturas não são partidárias. Cavaco Silva aparece pela mão do PSD, com a capitulação resignada do CDS, o apoio folclórico do PPM (partido com mais militantes do que eleitores) e a irrelevante solidariedade do PND.

Comentários

Anónimo disse…
"A política é o que é".
E os acéfalos pensam pela cabeça dos outros. De preferência pela cabeça do secretário-geral.
Anónimo disse…
enquanto há esperança a vida é uma alegreIA
Anónimo disse…
é sempre assim. gosaias muito de apoiar o Alegre,mas ...
Anónimo disse…
pois é . . . gostarias de apoiar Alegre...mas . . . apoias Soares....gostarias de ter apoiado Alegre na corrida a secretário-geral, mas apoiaste Sócrates...
Caros anónimos:

Não votei para o secretário-geral. Não sou filiado no PS. Desde 1975 que não tenho qualquer militância p+olítica. Tive de 1961 a 1975. Mas sei analisar politicamente as situações.

O que me move é a luta contra a Direita não é a defesa de um partdo.

Perante a casssete neo-liberal defendo quem tem consciência social.

O PS é o partido possível neste momento. Sócrates é o primeiro-ministro necessário.

Ou querem o regresso de Santana Lopes e do seu bando?
Anónimo disse…
A candidatura de Mário Soares é um erro, é uma solução para o imediato, é fazer com que o PS estagne, que fique orfão de futuros estadistas e reféns do passado. Nada me move contra Soares, figura maior do Portugal democrático, senão fosse ele saíamos de uma ditadura para outra!! Contudo acho que o PS tem bons quadros, não tem de ser necessariamente Soares ou Manuel Alegre ( este sem o minimo perfil para ser Presidente da República, na minha modesta opinião, pouco flexível, demasiado convicto dos seus ideais...quase dogmáticos). porque não um Homem de Esquerda, indepedentemente do cartão de militante?

Não, não sou ingénuo,sei bem que o candidato da direita é Cavaco Silva, e que o Soares há primeira vista é o candidato que dá a melhor hipótese de vitória ELEITORAL, mas o que é preciso é de uma vitória para PORTUGAL, não para o PS.

Abreijos Aeminienses
Anónimo disse…
Totalmente correcto. O pior desta candidatura é a demonstração da autêntica onda de senilidade em que caiu o PS. É óbvio que o vaidoso do Soares não se fez rogado perante a possibilidade de ser novamente presidente. Só que isto não é mau para o País, é péssimo e demonstra que não existem alternativas para o futuro. O pior vai ser quando o "homenzinho", se fôr eleito, achar que também sabe governar e tentar impôr as suas ideias desastradas aos sucessivos governos. Sim porque isto tudo se vai tornar ingovernável a muito curto prazo, mesmo com maiorias absolutas.
Gabriel_MM disse…
Manuel João Vieira, és o meu candidato!
As presidenciais já deixaram, há muito, de ser uma coisa séria. Soares? Por amor de Deus... a solução só se apresenta como "a possivel" para quem não quer ver soluções novas.
Manuel Alegre, porque não? É um homem de ideologia, de ideais, um intelectual. Tem o perfil para assumir o cargo. E não será gozado na europa pela sua vetusta idade... não pensem que a idade traz apenas o respeito: é também uma forte tentação para incrementar o anedotário nacional!
Quanto ao Cavaquinho, nem o comento. Preferia que ele não se candidatasse, porque não queria, de forma alguma, que ele assumisse o papel de P.R., por razões de personalidade... óbvias!
Anónimo disse…
Mário Soares é mais q vaidoso, é uma GLÓRIA do PS! RESPEITO E JUIZINHO, sabem o q é?????
Bertol Brecht disse…
Senil?????caros comentadores isso é que ele não está quem vos dera a vós um pouco daquela "mona"
è pena que se utilize esse argumento perfeitamente ridiculo e imbecil....pouco proprio de uma sociedade evoluida.
Até noutros tempos as sociedades mais primitivas perceberam que deviam ser governadas por anciãos e dai nada vei de mal......
Actualmente julgo que a idade é irrelevante haja é inteligencia e isso ninguem pode nega-la a Soares.

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido