O foral de Barrancos


Amanhã há touros de morte em Barrancos.

A legislação que excluiu Barrancos do ordenamento jurídico nacional, autorizando a crueldade dos touros de morte, é absolutamente inaceitável no plano jurídico, ético e civilizacional:

A autorização para uma prática cruel, desde que ininterrupta há mais de 50 anos veio legitimar a desobediência legal que o Estado de Direito não conseguiu evitar.

A promoção da violência contra animais é um atentado à dignidade e um exemplo – mau – para as relações entre as pessoas.

O argumento da tradição é o mais idiota e injusto de todos. Desde a escravatura aos autos de fé, da discriminação da mulher à criminalização do adultério, da proibição do divórcio à tortura dos animais.

Perante os touros de morte, e a cultura marialva e reaccionária que lhe está associada, tenho profundo repúdio e vergonha.

- Nas pegas, sou pelo touro – ao lado da inteligência, contra a força;

- Quando serram os cornos aos touros, para os embolarem, sinto que os aficcionados não gostariam que lhes fizessem o mesmo.

Comentários

Manuel da Gaita disse…
Deve a empresa Águas de Coimbra E.M. ficar com o dinheiro da água que todos nós gastamos a combater o fogo e a proteger, inclusivamente, bens públicos?

Petição a favor do jardim Botânico em www.opiolhodasolum.blogspot.com

O jardim Botânico é da responsabilidade do Departamento de Botânica da Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra
Anónimo disse…
Touradas e o massacre do touro é do mais primitivo q há.

Deveriam ser proibídas.
JRD disse…
Lá estás tu com as tuas subtilezas.
Claro que não. Então como é que eles se conheciam uns aos outros. Os aficcionados.
Anónimo disse…
A autorização deste circo primitivo é inaceitável ,repugnante ,vergonhosa.Incompreensível que o governo português pactue com este tipo de violência.
Ìncomprensível o destaque que os media dão a estas actividades em horário nobre .
Cada vez menos percebo os portugueses...
Tradição ?? A tradição já não é o que era ...ou não devia ser ...
mhm
Anónimo disse…
Ó Esperança manda também este para o "Expresso", para eles publicarem por baixo do texto do Manuel Alegre
É que é já a seguir!
MF disse…
Não haveria também a hipótese de reinstalar o poder do Marcelo Caetano/União Nacional, aí num lugarejo tipo Barrancos e voltar a por tudo como dantes? Com GNR de polainas, Pides de gabardina, pároco temente a Deus e às autoridades, reguadas nas escolas,salário da época, latifundiários a arrematar trabalho eventual voluntário tornado obrigatório?
Muito analfabetismo. sem médico, electricidade ou água potável. Sem vacinas e muitas procissões
Iam ver como, fruto da tradição,se desenvolvia o turismo e lá voltavam, aos molhos, esses saudosistas do fascismo, dos reis e das touradas! Um regabofe!
Manuel Ferrer/Homem ao Mar!
Anónimo disse…
Tenhamos Esperança... Um dia o homem vai cair nele... E descobrir que em Portugal existe lei que vai para além das suas opiniões...
Figueirinha disse…
Até quando passo esta imagem no blogue tenho q fechar os olhos tal é a barbaridade da imagem!

Os barranquenhos (q me perdoem os q assim não são), têm instintos primitivos, deveriam voltar para a pré-histório! eles e todos os aficcionados , tudo para o paliolítico...
Joao disse…
1º: Os toiros em Barrancos não têm os cornos "serrados".
2º: Não existem pegas em Barrancos.

Uma observação: Se não gostam não vejam! Deixem a Festa para os aficionados.

Outra obs.: Se assistir a uma Corrida de Touros é um acto primivo, o que podemos chamar às pessoas que saiem de casa às 6 da manhã para o trabalho, filas, trânsito, "stress" (doença inventada por pessoas FRACAS), discussões com o do carro do lado, apitadelas, engraxar o patrão, voltar para casa, filas, apitadelas... E chegam a casa às 9 da noite, até amanha e está um dia feito. Isto é que é a civiliação??? Então viva a Idade da Pedra! Nós gozamos, voces são gozados... E é assim a vida.

"Abre os olhos mula, que o Alentejo é lindo."
jdms disse…
Já agora podiam identificar o local da foto. Em Barrancos não foi com toda a certeza.
Se são contra as touradas, visitem Barrancos.

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita