"Washington Post" denuncia soldados dos EUA

«Soldados norte-americanos praticaram, por iniciativa própria, abusos "brutais" sobre prisioneiros e em interrogatórios a suspeitos de terrorismo no Iraque, Afeganistão e Guantanamo, noticiou hoje o Washington Post» - lê-se na SIC Online.

O que distingue um Estado de direito da barbárie, o que separa a democracia da ditadura, o que distancia um Estado laico de uma teocracia é o respeito pelos direitos, liberdades e garantias que a Constituição de um país livre consagra.

Quando os soldados do país mais poderoso do mundo se comportam como os mais fanáticos e dementes seguidores de Maomé, a alegada superioridade da civilização cristã e ocidental fica comprometida.

Estes exemplos trazem à memória o pior da guerra colonial do regime fascista português, em África.

Comentários

Mano 69 disse…
Caro Carlos Esperança, você tem de fazer urgentemente um reset à sua memória, sob pena de soçobrar a uma catadupa de imagens que ainda não conseguiu exorcizar.
É que já não há pachorra para as comparações por tudo e por nada.
Mano 69:

Tem bom remédio, não leia.

Tenho direito à minha memória e a expressá-la sem carecer da sua autorização.

Se lhe ofendi algum ícone sagrado, desculpe.
Anónimo disse…
Ó Esperança, que tal ir para Angola como cooperante?
Aquilo está um brinquinho, após 30 anos de independência...
Mano 69 disse…
Não posso estou viciado em baboseiras!
Mano 69 disse…
Ícone sagrado?

Mas eu até nem sou adepto da Igreja Ortodoxa!
BMonteiro disse…
Uma pequena achega:
a)Desencadeada a guerra, comportamentos com o descrito estarão sempre presentes - inerentes à condição humana. Comportamentos normalmente isolados,individuais ou de pequenos grupos.
b)Quando os verberamos, esquecemos o «comportamento colectivo» que é o exercicio da guerra, sobretudo se «injusta». Aqui, temos o abate e a morte «legal» de centenas ou milhares de seres humanos. Por vezes,o assassinato legalizado.
c)Problema, é habitualmente o poder condescender com os comportamentos como o descrito. Tal qual vimos em África e vai suceder em qq conflito.
d) Comportamentos aliás contrários ás ordens e intenções dos poderes envolvidos (normalmente).
e)Quanto ao resultado das nossas experiências africanas, que era de esperar depois de colonizados pelo país mais pobre e atrazado da Europa ocidental?

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido