Até prova em contrário é inocente


Isaltino Morais foi ontem pronunciado para julgamento por sete crimes que envolvem contas bancárias na Suíça e em Bruxelas. O presidente da Câmara de Oeiras disse ao CM que é acusado “sem uma única prova, só suposições” e que ficou “apenas surpreendido” com o facto de a “irmã ser pronunciada”.

Comentários

e-pá! disse…
Esperemos pelo julgamento.

O facto da irmã ter sido pronunciada, lembrou-me que nunca mais ouvi falar do sobrinho...(será o filho da referida irmã?)
Anónimo disse…
cOM ESTES GIMBRAS É SEMPRE ASSIM!fOSSE ELE PILHA GALINHAS E JÁ TAVA JULGADO.E é esta 'coisa'um estado de direito?Não me gozem,isto é uma farsa dramática
Anónimo disse…
Grande "pinta" de vigarista tem Isaltino...se a justiça, não falhar, o gajo não se safa.
Espero que aconteça o mesmo ao Vilar, à Felgueiras e a todos os corruptos, deste pobre país.

Vão trabalhar malandros.
Graza disse…
Apostam? Não vai nenhum dentro! Eu e vocês, iríamos. Ou é o papel ou a gravação ou o saco ou alguma coisa vai desaparecer e ainda vamos ter que pagar uma indemnização choruda a alguém!

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?