Sombras na África do Sul

Jacob Zuma
.

O novo presidente do Congresso Nacional Africano (CNA) - o partido do Governo sulafricano -, Jacob Zuma, será julgado no Tribunal Supremo da África do Sul pelos crimes de chantagem, branqueamento de capitais, corrupção e fraude, segundo informou hoje o seu advogado, Michael Hulley. (EP/AP)

Comentários

Anónimo disse…
Por tanta coisa que vai ser julgado, de certeza que o tipo não é do PS ?????????
Anónimo disse…
eheheheheh

Deve ser amigo do Paulo Pedroso ou da Fátima Felgueiras...
e-pá! disse…
O projectado julgamento de Jacob Zuma está a inquietar um conjunto de organizações, umas afectas às estruturas juvenis do CNA, outras oriundas do movimento sindical, que não auguram um bom desfecho, i.e., para que a política comande, serenamente, os destinos da Africa do Sul, nos próximos tempos.

Não posso deixar de perguntar:
Porque se insitiu na sua eleição antes do julgamento, se as acusações, graves (não devemos escamotear), são conhecidas desde há muito.
Tudo isto parece-me uma replicação nos antipodas dos lusitanos "casos" de Isaltino Morais, Fátima Felgueiras, Valentim Loureiro, e quejandos.

E, segundo penso, lá não existirá a figura de arguido. Mas lá, como cá, é mais "confortável" enfrentar a Justiça a cavalo do Poder.

Entretanto, vive e trabalha por lá uma enorme comunidade portuguesa, emigrada...

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita