Homenagem a dois advogados ilustres

... e cidadãos exemplares













António Arnaut

Alberto Vilaça, (póstumo)

Nota: Ponte Europa agradece ao ilustra dvogado A. Horta Pinto a amabilidade da informação, enquanto recorda com saudade Alberto Vilaça (foto da esquerda) e cumprimenta com estima António Arnaut (foto da direita).

Comentários

Anónimo disse…
O Carlos Esperança não pode ser certamente...

Primeiro não é advogado (a não ser do diabo, obviamente).
segundo, quanto ao cidadão exemplar... só se for para rir!!!

eheheheh esse nem os Gato Fedorento se lembrariam

Já agora meu "amigo", saiba vossa excelência que não existem cidadãos exemplares, poderão existir, isso sim, bons cidadãos, agora exemplares...IMPOSSÍVEL.

Estou mesmo a ver que depois de sabermos quem são, só poderão ser socialistas, sabendo como você é isento, só pode mesmo !!!!
Carlos Esperança disse…
Anónimo:

Só por manifesta aignorância se pode desconhecer que o advogado Alberto Vilaça era escritor e comunista.

E só por ingratidão se pode esquecer os que lutaram contra o fascismo (ambos).
Anónimo disse…
ahahahahah

Já vi quem são....

Pois claro.... só não acerto no euromilhões... ehehehehe

Ainda bem que falou em António Arnault... um VERDADEIRO SOCIALISTA, o pai do Serviço Nacional de Saúde...

Já se manifestou várias vezes contra este governo "neo-liberal" que utiliza a liberalização da Sáude, Educação e Justiça, que, como vossa eminência até há poucos anos atrás sabia, são coisas que jamais poderão dar lucro, mas enfim... Os Socialistas descobriram o CAPITALISMO e andam encantados com essa descoberta!

VIVAM OS USA E GEORGE BUSH, não tarda muito estão a dizer isso!!! Era o que mais faltava !!!!
Vítor Ramalho disse…
Ambos advogados e ambos bons no seu oficio.
Alberto Vilaça era um daqueles comunistas com que se podia falar.
O Dr. Arnaut pese embora ser pai de um amigo, e ser também o pai do SNS que este governo pretende destruir para entregar a saúde aos privados, pertence ao grupo dos aventais; organização sinistra que na sombra muito tem prejudicado este país
e-pá! disse…
O drama de Coimbra é não aceitar, nem valorizar, os seus (não só os dois referidos no post) homens bons...

Já que caímos em dramas, vem a propósito uma frase de Shakespeare:
"A gratidão é o único tesouro dos humildes".

E, constato que somos ("coimbrinhas"), cada vez menos tolerantes e cada vez mais pobres.
Carlos Esperança disse…
Lamento não conseguir uma foto de Alberto Vilaça com o mesmo tamanho da de António Arnaut.

A sua dimensão cívica e intelectual bem o merecia, mas não é o tamanho da foto que dá a ideia da grandeza do homem.
Anónimo disse…
António Arnault, é o pai do SNS que este PS, está a destruír.
António Arnault e outros socialistas ilustres (Manuel Alegre, Ana Benavente, etc...)têem críticado o governo e não são ouvidos.

Alberto Vilaça, ilustre comunista, jamais se vendeu aos interesses do capital...há poucos assim.

Estes 2 advogados, merecem ser homenageados.
CA disse…
Li há algum tempo uma entrevista de António Arnault sobre a política de saúde de Sócrates. E se bem me lembro disse mais do que toda a oposição junta. O que parece é que o PS gosta dos homens sérios para os homenagear e mostrar como membros do partido mas não para os levar a sério na política concreta. Aí outros valores se levantam...
Carlos Esperança disse…
ca:

Não sei se o PS gosta de António Arnaut nem isso me interessa.

Eu exprimo os meus pontos de vista embora alguns leitores julguem que sou o único a não ter direito a fazê-lo no PE.

Quem homenageou os dois ilustres advogados foi a Ordem e não o PS.
Vítor Ramalho disse…
Carlos Esperança

O Sr. tem direito à sua opinião.
Nós é que somos obrigados a concordar.
ahp disse…
Como muito bem diz Carlos Esperança, quem homenageou os dois advogados em causa não foi o PS, mas sim a Ordem dos Advogados, pela mão do seu Conselho Geral, presidido pelo seu Bastonário Dr. Rogério Alves, absolutamente insuspeito de quaisquer ligações ao PS ou, muito menos, ao PCP.
Isso só reforça o merecimento dos homenageados e prova a isenção da Ordem.
CA disse…
A entrevista que António Arnaut deu à Visão de 25/7/2007 encontra-se aqui.

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975