Justiça religiosa

Não podendo julgar-se os criminosos por serem homens, pune-se a vítima porque é mulher. Alá é grande.

Comentários

ana disse…
Lembro-me de há alguns anos, neste acolhedor país à beira-mar plantado, um juiz ter mandado em paz dois violadores. Também aí só faltou condenar as violadas.

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975