CML - Arena do PSD

A presidente da Assembleia Municipal de Lisboa, Paula Teixeira da Cruz (PSD), admitiu abandonar o cargo se o que considerou uma intromissão da direcção nacional social-democrata na discussão do empréstimo se tornar uma «linha de actuação».

Observação: O actual líder do PSD preside à Câmara mais endividada do País. Está, pois, com autoridade reforçada para se intrometer na gestão de Lisboa que Santana Lopes deixou numa situação financeira insustentável.

Comentários

Anónimo disse…
Pois é!

Mas é a Câmara com melhor trabalho do país! é a Câmara que após o 25 de Abril mais evoluiu...

O povo gosta LFM e voltou a elege-lo, mas, para si, como sempre só existe democracia se votarem nos seus!

Ainda bem que vossa Exclência não é ninguém senão teríamos outro Salazar!
Anónimo disse…
Santana Lopes é que deixou a Câmara, numa posição insustentável ?

Então, o João Soares, Jorge Sampaio, não passaram por lá ? Olhe que as dívidas são bem antigas.

Esta de dizer, que o mal é sempre dos outros, é democrática...
Anónimo disse…
Caro anónimo:

Informe-se sobre o montante de endividamento de cada um dos edis. Doutro modo teremos de responsabilizar o Marquês de Pombal pelas despesas de reconstrução.
Anónimo disse…
Tão bom,tão bom q mandou a 'sua' camara para a 2ª mais endividadda do páis.Se ele é assim com a camara,o que será do país...Aliás,temos tido desde o 25 Novembro só governos de direita e,basta ver o ganda desenvolvimento de portugal(país das elites pikininas e,ladras).As empresas da camara de Gaia,dizem-me que é um ver-q-te-avias....Vão-se f****.quando é q os vejo responsabilizados e a ver o sol aos quadradinhos

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?