Hawking

Numa interessante entrevista ao jornal El Mundo o astrofísico e pensador britânico Stephen Hawking lançou achas para a fogueira no sentido de se reabrir o profícuo e necessário debate entre a Ciência e a Religião.

Disse: “No passado, quando não entendíamos a ciência, era lógico crer que Deus criou o Universo. Mas agora a ciência oferece uma explicação mais convincente. O que quis dizer quando disse que conheceríamos a ‘mente de Deus’ era que comprenderíamos tudo o Deus seria capaz de compreender se acaso existisse. Mas não há nenhum Deus. Sou ateu. A religião crê em milagres, mas estes não são compatíveis com a ciência”… link.

Comentários

Julio disse…
Existe um problema capital quanto à religião: ela promove um deus inferior que, dizem, para ser conhecido teve que escrever um livro sagrado!
Qualquer pessoa inteligente compreenderá sem dificuldade que é nossa liberdade rejeitar um deus desses.
Rejeitemos com ridículo, por isso, qualquer deus que para atrair atenção achou necessário escrever livro cheio de violência, superstição e absurdos em código, como se fôssemos estúpidos para entender mensagens em termos claros!
Temos depois todo o insulto e desonestidade da hierarquia religiosa à nossa volta pretendendo elevar-se acima do povo comum com a aldrabice “Deus disse-nos para vos dizer!“
Não, nenhum deus lhes disse coisa alguma: foi tudo inventado para lhes garantir uma vida parasitária fácil à custa da estupidez daqueles que lhes dão o seu dinheiro!
A religião é uma doença da mente que se pode evitar com inteligência.

Mensagens populares deste blogue

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Nigéria – O Islão é pacífico…

Macron e a ‘primeira-dama': uma ‘majestática’ deriva …