O mau humor de Jerónimo de Sousa

Seria hipócrita para com os meus amigos no PCP se não lastimasse as declarações infelizes do Jerónimo de Sousa, no momento da retumbante vitória de António Costa, o candidato que repudiou a expressão de «partidos do arco do poder».

Considerar «uma farsa» as primárias do PS é de quem perdeu o juízo. Perdeu o respeito que eu lhe tinha e a consideração que merecia o líder de um partido com a mais honrosa herança da luta contra a ditadura.

Os militantes devem pensar se é esta liderança que defendem ou a unidade de esquerda que ainda há quem deseje na área do PS.

Comentários

Manuel Galvão disse…
Farsa - pequena peça cómica que apresenta um quadro satírico dos costumes. (enciclopédia Larousse).

No vertente caso - americanização do PS, ou fulanização da política.

Não tarda teremos Joaquim de Almeida como Governador de Lisboa...

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975