PROTESTOS MÚLTIPLOS MAS INÓCUOS

Os advogados protestam - cheíssimos de razão - contra o mapa judiciário e outras malfeitorias. Mas só protestam contra a ministra Paula von Hafe. É a ministra para aqui, a ministra para acolá, sempre a ministra, a ministra, a ministra...

Os professores protestam, com toda a razão, contra as muitas malfeitorias de que são vítimas. Mas só protestam contra o ministro da Educação. É o Crato, o Crato, o Crato...

E assim por diante, com todas as classes que protestam.

Ora assim não vamos lá. Não se resolve problema nenhum. É que os ministros são simples membros do governo, meros executantes do programa do governo.

O verdadeiro responsável é o governo. E este não recua um milímetro nas suas desastrosas políticas, servindo-se dos ministros como de escudos para aparar todos os golpes, ficando ele incólume.

É pois contra o governo que é preciso protestar. Senão é como se protestássemos contra o porteiro e não contra o dono da casa.

E se protestássemos todos juntos e ao mesmo tempo, o governo - e com ele a von Hafe, o Crato e a corja toda - o governo já teria ido há muito tempo para o lugar que merece: o caixote do lixo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975