Haverá futuro para a Humanidade?

Não sei se são mitos ou lixo que se varre para debaixo do tapete, mas ninguém, com um mínimo de atenção ao mundo que o rodeia pode estar tranquilo.

Em 1961, ano em que comecei a trabalhar, o Planeta tinha 3 mil milhões de pessoas, em 31 de outubro de 2011 atingiu 7 mil milhões e, apesar da prevista estabilização, admite-se, para 2025, o número de 8 mil milhões de habitantes.

Permanecem os mitos de que o espaço vital é ilimitado, não faltará água, as florestas são eternas e o oxigénio, os alimentos e o ozono são infinitos. Em suma, não existem limites físicos para o Planeta nem para a sua resiliência.

Muitos dos que nos precederam também morreram de inanição, catástrofes, doenças e guerras, mas agora o risco é de nos atingir a todos e de forma definitiva. Vão morrendo os mares, diminuindo o solo arável e minguando a água potável, enquanto o ar se torna irrespirável.

Já percebemos que o emprego e a segurança se tornam cada vez mais raros e precários. Os teólogos do liberalismo quiseram a desregulação para os mercados e a liberdade e a previsibilidade seguiram a anarquia do deus da mitologia que impuseram.

A minha geração foi a última que viveu melhor do que a dos nossos pais. Os filhos já se conformam com a sobrevivência que não está assegurada para os filhos deles. E há uma insuportável tendência para evitar discutir o que é vital.

Comentários

"Permanecem os mitos" mas vão despermanecer com dor. Muita.
Se a população actual do planeta consumisse tudo o que aparece à maneira actual americana, quatro (quatro!) planetas iguais à Terra não seriam suficientes.
Jaime Santos disse…
Infelizmente, o Homem assemelha-se perante o Planeta a um Índio da Amazónia perante a floresta virgem, mas armado de uma espingarda, em vez de uma zarabatana. Muitos dos que não acreditam no aquecimento global têm tal opinião com base na certeza de que nada que o Homem faça pode afetar a Natureza. Temo bem que estejamos a assistir ao ocaso da racionalidade que apareceu com as Luzes, mas num mundo em que existem armas nucleares... Talvez a Inteligência seja mesmo um presente envenenado dos Deuses...

Mensagens populares deste blogue

Nigéria – O Islão é pacífico…

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Macron e a ‘primeira-dama': uma ‘majestática’ deriva …