Momento de poesia


Dissertação sobre os nacionalismos…


Nada como fazer da morte

uma vitória

para que a história a glorifique

como uma epopeia ou uma tragédia

só assim os homens e as mulheres

se ajoelham perante Deus

e declaram o amor à Pátria

penitenciando-se nos altares,

louvando os santos e os mártires

e cantando nas paradas marciais

a grandeza dos seus heróis.

Alexandre de Castro

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime