AAP na comunicação social


Referiram o comunicado da AAP vários órgãos da Comunicação social. Eis alguns:

- Público

- Sol

- TVI 24

- RTP 1

- Esporte Brasil

- D R E C

- Antena 1

- Artigo DN 5-11-2009

- Educare.pt (Portal da Educação)

- Cidadania

Comentários

andrepereira disse…
é a "asfixia democrática"
Pai de Família disse…
Não restam grandes duvidas: a vossa "associação" serve apenas para vos auto-contemplardes com os reflexos do vosso vómito jacobino.

Continuai, então, a divertir as pessoas de boa-vontade que ainda sobrevivem neste país à beira do abismo para que os esquerdistas nos querem levar.

Ouvi-vos a vós próprios, pois sim, porque será dos simples o Reino dos Céus.

Se o ridículo pagasse imposto, as vossas contribuições bastariam - sobrariam! - para suportar os custos de 1000 TGV's. Ou de 100.000 abortos, é só escolher...
Pai de Família:

Creia que é um gosto tê-lo como leitor no Ponte Europa e sabê-lo convencido de que a dor que sente será tida em conta no dia do juízo final em que acredita.

Não estarei lá, mas estou certo de que o seu deus não se esquecerá de lhe reservar uma assoalhada eterna no Paraíso. Com a descrença que existe serão mais as vagas do que os candidatos.

Bem a merece embora a construção civil celeste, ao que se sabe, esteja em crise depois da criação do mundo.
Pai de Família disse…
Sr. Carlos Esperança:

Antes de mais, agradeço o cumprimento e é com alegria que o leio a reiterar o gosto que tem em receber as minhas visitas neste seu espaço promotor da decadência civilizacional que preconiza.

Pensará V. Ex.ª que não lhe baterá à porta o Juízo Final. Compreendo a ignorância e aceito o direito que lhe assiste a verbalizá-la.

Não escapará, porém, às contas que um dia, espero que daqui a muitos anos, terá de acertar com essa Entidade Suprema - Deus - que insiste em negar e em grafar com inicial minúscula.

Há tempos referi, neste mesmo blogue, a crença reprimida que o Sr. revela; a ansiedade que o leva, nessa sua dissonância, a desrespeitar a Igreja e seus seguidores. Ainda não perdi a esperança de o ver assumir tal devoção.

Se quem desdenha quer comprar, V. Ex.ª parece possuir crédito ilimitado no que ao uso da blasfémia diz respeito.

Enfim, quer assuma, quer não assuma a sua devoção por Nossa Senhora, ela o guia e guiará.

Que a Paz do Senhor esteja consigo.
Pai de Família:

A blasfémia, segundo disse um pio padre que dialogou com José Saramago, é exclusiva dos crentes.

Os ateus não têm essa possibilidade, isto é, faltar-lhe-ão habilitações.

Como é que eu posso blasfemar contra um deus que julgo ser tão real quanto as sereias?

Aliás, conhecendo o meu pensamento, se o seu deus existisse, já teria feito prova de vida.

Mas eu não quero converter o mundo ao ateísmo, só quero que as cruzadas e a jihad não obriguem a pôr-me de joelhos porque gosto de viver de pé.

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime