É preciso topete.

Como transformar o algoz em vítima

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) adverte os investidores de que o diploma do Governo que aumenta o horário laboral da Função Pública, das 35 para as 40 horas semanais, «ainda poderá ser desafiado pelo Tribunal Constitucional) [sic].

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita