‘Mudar de vida’…ou de Governo?

O deputado do PSD Paulo Batista Santos, em jeito de despedida, resolveu ‘botar faladura’ na AR para proclamar que “Portugal está a mudar de vidalink.

Se o País vivesse enredado ‘falácias’ (termo que enfaticamente usado pelo deputado) teria ficado impressionado com a rábula. Todavia, há muito que os portugueses têm a concreta noção da triste realidade sem, de facto, aderir à sua inevitabilidade.

A visível mudança de vida e de condição foi o brutal empobrecimento a que foi sujeito o País. E o senhor deputado não deveria estar tão preocupado com a ‘adesão à realidade’. Ela poderá estar a acontecer apesar dos votos e das certezas do futuro edil da Batalha, à volta de uma visionária recuperação económica e social (disse mesmo: ‘social’) do País. Para quem parece tão preocupado com as ‘mudanças da realidade’ deveria já ter detectado que foram muitos portugueses já mudaram (por exemplo de País), obrigados a ‘fazer’ uma coisa muito importante: tentar sobreviver. É que, como o senhor deputado já deve ter reparado que não está ao alcance de todos os portugueses ‘mudar de vida’ (por exemplo transitar de deputado para edil), com o apoio do ‘seu’ aparelho partidário e, portanto, passar ao lado da ‘crise’, mantendo-se na ‘vidinha política’ a debitar ‘sentenças’ sobre o destino dos portugueses.

Mas a realidade tangível, aquela que nos toca e impressiona, é o sentimento colectivo de que perante a trágica realidade para aonde este Governo está a ‘empurrar-nos’, torna-se necessário ouvir de novo os cidadãos, porque a que foi ‘vendida’ aos portugueses, em Junho de 2011, não passou de um gigantesco logro político e, por isso, não ‘adesivou’. De concreto, durante estes dois anos e meio, o actual Governo tem ouvido, em regime de absoluta exclusividade, os bancos e o eco que soa no seu ‘pátio recreativo’ – os mercados.

Existem situações em que o silêncio marca melhor uma despedia do que um chorrilho de inconsequências. Senhor deputado: A necessária e imperiosa ‘mudança’ não é a de vida, mas a de Governo…

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime