Hipocrisia…

Em Lampedusa centenas de cadáveres de desgraçados deram à costa depois de mais um dos muitos naufrágios que matam imigrantes oriundos dos países pobres de África.

Durão Barroso, que sabe das mortes diárias no Iraque, provocadas pelos cruzados que  acordaram o ódio sectário entre sunitas e xiitas, continua impassível perante os mortos de que foi causador, mas fica chocado com estes.

Face à tragédia de quem não teve direito à vida, foi montado um grotesco espetáculo fúnebre: O primeiro-ministro italiano, Enrico Letta, anunciou que todas as vítimas do naufrágio vão ter um funeral com honras de Estado.

Os mortos comovem-se com as honras. Viveram condenados, mas são enterrados como príncipes.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime