Cavaco, agitprop do Governo

Cavaco – O que diz agora do que disse sobre os que não disseram?

“O que mais me vem à memória, no dia de hoje, são as afirmações perentórias de agentes políticos, comentadores e analistas, nacionais e estrangeiros ainda há menos de seis meses, de que Portugal não conseguiria evitar um segundo resgate”, afirmou no Facebook no dia 5 de maio, um dia depois de o primeiro-ministro Passos Coelho ter anunciado ao país que o Governo optava por uma saída sem recurso a cautelar.

E continuou: “O que dizem agora?”.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Nigéria – O Islão é pacífico…

Macron e a ‘primeira-dama': uma ‘majestática’ deriva …