quinta-feira, abril 12, 2007

A hipocrisia, o Público e o seu director









José Manuel Fernandes, director do «Público», quis ser o Kenneth Starr do primeiro-ministro português julgando encontrar num diploma de licenciatura da Universidade Independente a Monica Lewinsky com que o execrável Procurador americano perseguiu Clinton.

O DR. José Manuel Fernandes é que não é licenciado.

16 Comments:

At quinta abr 12, 10:00:00 da manhã, Blogger Mano 69 said...

“O ARROTO É LIVRE!” placa com estes dizeres existente na sala de jantar de uma Real República em Coimbra

Você acabou por entrar na mesma espiral de verborreia de que o nosso PM padece, assim, e como você é um grande cultor da inferência, não se esqueça de limpar as mãos ao vestido da Monica Lewinsky em vez de ser às paredes…

 
At quinta abr 12, 10:18:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

viva os drs. da mula ruça!

 
At quinta abr 12, 10:43:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

CE,
Já agora acrescente ao seu pequeno rol o Dr. Manuel Alegre e o Dr. Hermínio Loureiro, por exemplo...

 
At quinta abr 12, 12:14:00 da tarde, Anonymous e-pá! said...

Caro Mano 69:

“O ARROTO É LIVRE!”
Interessante ver reproduzida num blog essa expressão, principalmente, para um "repúblico" da Rás-Te-Parta.

A conotação é, contudo, diferente.
Não contemplava a qualidade da "comunicação" mas, pura e simplesmente, a liberdade de expressão.
Coisa arredia "naqueles" tempos...
Depois, alguns dos "bitaites", os mais hetrodoxos ou os mais anacrónicos, eram "postados" nas paredes da dita sala de jantar.

Mas o importante era terem sido ditos, sem peias, nem amarras, nem constragimentos...
... isto é, livremente, ao correr do diálogo.

É importante que a blogosfera adopte, não a expressão, mas a atitude.

 
At quinta abr 12, 12:37:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Pois então lá vai...

Sempre ouvi dizer que um "dr." não passa de um burro carregado de livros.

Será?!!!

Afinal o PM é "ingenhêro" a pedido, tipo "à vontade do freguês". Agora estudar, queimar as pestanas, ser e parecer um burro carregado de livros, isso, nunca...

 
At quinta abr 12, 12:59:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

até ver ainda não se viu José Manuel Fernandes a auto intitular-se Dr. ou a falsificar o seu CV.
Mesmo que o fizesse, grave não é o JMferndes. FRave é termos um PM aldrabão.
chicomartins

 
At quinta abr 12, 01:08:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Ó esperança,

Deixe-se de facciosismos. O que teme por discordar do PM ou que ele se venha embora?
Faz-me lembrar as mulheres dos jogadores de futebol que, quando são enganadas pelos maridos fingem que nada se passa para não perderem a boa vida a que se habituaram.É uma comportamento que mostra falta de caracter e dependencia. Que é feito do Esperança do PREC? Que é feito do esperança perseguido pela PIDE?
CE, não coma tudo e deixe alguma coisinha.
chicomartins

 
At quinta abr 12, 03:49:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Pois na minha republica tambem existe uma placa que reza assim: " ou comem todos ou há moralidade" (celebrizada num filme dos anos 40). Se o PM se pode titular de engenheiro sem nunca o ter sido, pq é que o director do Publico não se há-de titular de dr.?? Mais uma vez repito "ou comem todos..."
E o que dizer de todos os cartomantes e astrologos que proliferam nos jornais, como Prof.Dr. X ou
Mestre em ciencias ocultas Y ahahhaha!! (quiça um dia não chegam a PM de Portugal)

 
At quinta abr 12, 04:52:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

O director do público disse, e está na edição na qual começoou a polémica que o facto de se ser licenciado ou não, não era o que estava em causa, mas sim o facto de estar a dizer a verdade ou a mentir.
De facto acrescenta nessa nota que a maioria dos directores do público, na qual ele se inclui NÃO SÃO LICENCIADOS.
Isto é, ele não se afirma como tal nas biografias feitas por ele ou sob a sua responsabilidade.
O que os outros dizem não é culpa dele.

Já o Sócrates disse que o era na biografia parlamentar e quanto ao MBA, ele NÃO tem nenhum MBA. UM MBA é um curso que tem essa designação, quem completa a parte lectiva de um mestrado em gestão tem apenas e só uma pós-graduação. Pergunte àqueles que fizeram a parte lectiva do mestrado de gestão na UC.

 
At quinta abr 12, 11:33:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

com jeitinho, qualquer dia dão-lhe equivalência das cadeiras do MBA a um doutoramento...

 
At quinta abr 12, 11:37:00 da tarde, Blogger Camisa Azul said...

O que o primeiro ministro ainda não compreendeu é que os portugueses não se importam se ele é doutor ou não; o que os portugueses querem é um primeiro-ministro que não lhes minta.

 
At quinta abr 12, 11:43:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

http://www.orgiapolitica.blogspot.com/

 
At sexta abr 13, 01:06:00 da manhã, Anonymous odete pinto said...

José Manuel Fernandes não é doutor mas isso não o tem impedido de leccionar numa universidade privada (que também não terá grande futuro). Mais uma das "mercearias" que abriram no tempo do "alegadamente" melhor governo de Portugal - anos 90.

 
At sexta abr 13, 01:14:00 da manhã, Anonymous Carlos Esperança said...

Odete Pinto:

Eu compreendo que a Universidade Independente se tenha degradado. Marques Mendes sabe do que fala pois foi lá professor e director de departamento.

Soube isso hoje.

 
At sexta abr 13, 12:49:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

depois de Abril tudo pode acontecer.

....quanto a mim isto é uma não polémica.

Fruto de um País parolo que só ve canudos e julga as pessoas por isso.

 
At sexta abr 13, 05:52:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Menezes critica proposta de investigação de Marques Mendes
Luís Filipe Menezes afirmou, esta quinta-feira, que o tema da licenciatura de José Sócrates deve ser dado por encerrado e criticou Marques Mendes por propor uma investigação «independente» sobre este caso.

 

Enviar um comentário

<< Home