Espaço dos leitores

Comentários

Anónimo disse…
José Sócrates: um verdadeiro polivalente! http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1291082&idCanal=21
Anónimo disse…
Está explicada a razão do contribuidor Nuno Moita aparecer duas vezes: é a dupla via do Metro de Coimbra...
http://www.diariocoimbra.pt/15249.htm
Anónimo disse…
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse…
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo Sex Abr 13, 06:29:00 PM:

Apaguei-lhe a denúncia que faz a uma figura pública do PS de ter sido «condenada a 4 anos de prisão com pena suspensa».

1 – Penso que 4 anos de prisão não permitem pena suspensa mas não sou jurista;

2 – Para dar credibilidade à acusação (ou calúnia) cita dois blogues que são anónimos;

3 - O seu anonimato não me permite identificá-lo;

4 – Se quiser entrar em contacto comigo (e identificar-se) terá direito a um pedido de desculpas da minha parte e à repetição das acusações que faz;

5 – Apaguei o comentário seguinte (anónimo) que o questionava sobre a eventual calúnia que levantou. Não faz sentido sem o seu comentário, razão pela qual peço desculpa ao seu autor.

O meu endereço é aesperanca@mal.telepac.pt
chicomartins disse…
CE aquele que se auto classifica como perseguido pela PIDE abomina a censura.....
chicomartins
chicomartins disse…
CE requer uma copia autenticada da leitura da sentença do juiz para que o o comentário possa ser publicado....

se o meretissimo juiz fizer o favor: aesperanca@mal.telepac.pt
chicomartins disse…
Segundo o publico de hoje, o ''Eng.'' Socrates teve como professor no ISEL aquele que o proprio mencionou não conhecer de lado nenhum e que posteriormento o aprovou em 4 cadeiras na Independente.

Para que saibamos de quem estamos a falar, foi o mesmo que empregou no ministéio da jusiça uma brasileira que era logista no colombo com o cargo de directora(?!)
Anónimo disse…
Chico Martins:

Você é um analfabeto convencido.

É raro escrever sem erros de ortografia. Será que estará melhor preparado para primeiro-ministro do que o actual?

Olhe que um juiz é apelidado de «Meritíssimo» e não como escreveu. Deficiências de escolaridade!
chicomartins disse…
não sei,
se formos avaliar pelas competências académicas estou.
chicomartins disse…
http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1291126&idCanal=21

http://jornal.publico.clix.pt/
chicomartins disse…
O momento
para falar

Sócrates: "Nas últimas semanas decorria um processo de inspecção à Universidade Independente. E o Governo tinha pela frente a necessidade de tomar uma decisão difícil e muito séria relativamente à UnI, como veio, aliás, a tomar. E eu achei que não devia de nenhuma forma condicionar nem o trabalho da Inspecção nem a decisão do Governo com alguma declaração sobre o meu caso pessoal"

Análise do PÚBLICO: A investigação ainda não terminou. O despacho que determina o encerramento da instituição, conhecido na passada segunda-feira, é provisório e a UnI tem dez dias úteis, a contar dessa data, para fazer o contraditório. Só depois será proferida a decisão final. Além disso, estão ainda a ser analisados os documentos relativos à estrutura societária da SIDES (entidade proprietária da UnI) e à viabilidade económica e financeira da instituição, avaliação que só deverá estar concluída na próxima semana, segundo Mariano Gago.

55 cadeiras para
se licenciar

"Eu fiz 55 cadeiras para me licenciar, fui analisado e avaliado por dezenas de professores e são eles que podem falar das minhas qualidades académicas e que estão aliás expressas nas notas"

Ao contrário do que disse, José Sócrates não completou "55 cadeiras para se licenciar" mas sim 43 cadeiras, contando todas as disciplinas do ISEC, ISEL e UnI. Para obter uma licenciatura, também não fez sete anos e meio de estudos superiores, mas sim seis anos lectivos.

A candidatura à UnI fora do prazo

"O procedimento que a UNI teve para comigo é exactamente o mesmo que teve para todos. E sejamos absolutamente claros: eu digo honestamente à UnI que tenho estas cadeiras do ISEL mas não posso apresentá-las pela razão de que os professores ainda não lançaram as notas, não tenho ainda o certificado do ISEL. (...) É assim que se faz em todas as universidades. Calculo eu que seja este o procedimento comum"

José Sócrates acrescentou ser comum a entrega de certificados com um ano de atraso relativamente ao estabelecido na lei, para efeitos de transferência de cursos. O primeiro-ministro assumiu, assim, como normal uma clara infracção à lei: a lei diz que é ilegal a ultrapassagem do prazo, mas a prática é outra. E como a prática é outra, está tudo bem.

A escolha da UnI
"A UnI era uma universidade que estava ali ao lado do ISEL, era uma universidade que funcionava muito no regime pós-laboral - havia outras que tinham, certamente - e era uma universidade com prestígio na altura, com reconhecida capacidade..."

Já no ISEL José Sócrates frequentava o regime pós-laboral. Quanto ao prestígio que a UnI tinha em 1995, essa avaliação não tem base de sustentação. O que existe são indicadores em sentido contrário. O curso de Engenharia Civil tinha nessa altura apenas dois anos de existência. Dos relatórios tornados públicos, nomeadamente o da Comissão de Avaliação Externa ao Curso de Engenharia Civil, o que resulta são diversas críticas à qualidade do ensino, quer quanto ao corpo docente, quer quanto aos equipamentos, quer quanto à fraca competência dos alunos e às baixas notas de acesso, quer quanto à forma como eram admitidos alunos vindos de outros estabelecimentos de ensino.


in Publico 13/04/07
Comment deleted
This post has been removed by the blog administrator.
Sex Abr 13, 06:29:00 PM

Resposta:

ANÓNIMO CALUNIADOR:

Acabo de receber de um jurista a informação de que a lei só permite suspensão de pena até 3 (três) anos de prisão.

O caluniador que cobardemente se refugiou no anonimato e baseou a calúnia em dois blogues anónimos (possivelmente seus) não teve pejo em ofender a honra de alguém que não se podia defender nem de, eventualmente, responsabilizar judicialmente pela calúnia o administrador do «Ponte Europa».

O anonimato é respeitado, mas as calúnias revelam a baixeza moral e indignidade cívica de quem as profere.

Até ao momento ainda não recebi o seu e-mail mas já averiguei que era falsa a acusação e que a pessoa em causa (ex-ministro PS) nunca foi condenado.

Lamentável a indignidade e espírito crapuloso dos cobardes. Eram assim os delatores da PIDE. Deixaram descendentes, pelos vistos.
ana disse…
" não sei,
se formos avaliar pelas competências académicas estou.

Sex Abr 13, 08:06:00 PM "

ah,ah,ah
Já não dou mais na cabeça ao chico martins, o tipo pirou de vez.
Anónimo disse…
Carlos Esperança e Ana

Caiam na real...a verdade é dura, o homem precisou de adiantar títulos, para subir na vida.
Cabecinha disse…
ó Ana... não se terá enganado????

"ah,ah,ah
Já não dou mais na cabeça ao chico martins, o tipo pirou de vez. "

Não deveria ter dito, "não quero levar mais com a cabeça!!!" eheheheeheheheh

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975