É preciso topete

Paciência dos EUA com o Iraque está no fim, diz Gates

O secretário de defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, chegou ao Iraque hoje para advertir aos líderes iraquianos que o compromisso militar americano no país não é ilimitado. Gates disse que a confusão política em Washington sobre os gastos da presença militar dos EUA no Iraque mostra que tanto o público americano quanto a administração Bush estão perdendo a paciência com a guerra. "Eu sou simpático a alguns dos desafios que eles enfrentam," disse Gates sobre os iraquianos durante a visita surpresa. Mas, ele disse, "o ponteiro do relógio está andando."

Comentário: Paciência do Iraque com os EUA nunca houve.

Comentários

ana conda disse…
Carregada de brejeirissse adequada (desculpem a modéstia), digo: - "É preciso ter lata"!!!!
Anónimo disse…
O império já chegou ao estado de insânia.
Cavou um abismo, olhou lá para dentro, e ensandeceu.
Claro que alguém pagará a factura.
Anónimo Sex Abr 20, 01:20:00 AM:
«Claro que alguém pagará a factura».

RE: Todos nós.
Anónimo disse…
quem semeia vento, colhe tempestades
Anónimo disse…
Eu por mim não semeei vento nenhum!
Anónimo disse…
estes foram lá fazer a "trampa" e agora atolados que estão já só pensam em pirar-se...
jrd disse…
Perder a paciência é uma forma eufemística de dizer: Perder uma guerra que ninguém ganhou.
Mano 69 disse…
Haja esperança na paz!
e-pá! disse…
Sim, porque os horrores da guerra são cada vez mais visíveis!
Anónimo disse…
e-pá!,

os horrores da guerra são sempre visiveis e penosos. O que é necessário é olhar para as causas que as motivam. Como europeu ficarei sempre grato aos Estados Unidos por libertarem a Europa do Nazismo. Muitos iraquinos ficaram também gratos aos estados unidos por os libertarem de sadam. Ambas as causas tiveram os seus custos elevadissimos. a história disnos também que os beneficios podem ser ainda maiores.
ChicoMartins
Anónimo disse…
no meu comentário anterior onde se lê: ''Muitos iraquinos ficaram '' deverá ler-se ''Muitos iraquinos ficarão'' e onde se lê ''a história disnos'' deverá ler-se ''...diz-nos''
chicomartins
ana disse…
"Muitos iraquinos ficaram também gratos aos estados unidos por os libertarem de sadam."

E acha que os EU invadiram o Iraque para libertar os iraquianos? É que o mundo está cheio de ditadores execráveis como sadam, porquê aquele e não outro?
e-pá! disse…
ChicoMartins

O que tem a ver as causas da guerra do Iraque (penso que nunca as compreendeu...) com o facto de eu dever estar reconhecido ao povo americano por terem ajudado a Europa a libertar dos nazis?

Está a querer comparar F D Roosevelt com G W Bush?
- Não ofenda os norte-americanos!
ana disse…
e-pá

Tentar explicar qq coisa ao chico martins é malhar em ferro frio. Apesar de ter frequentado a universidade (aquela que é reconhecida internacionalmente)o rapazito só tem lixo na cabeça. Ainda são calores de África...
Anónimo disse…
Senhora Ana,

Não percebo a causa da sua raiva contra Africa, nem contra aqueles que lá viveram. é estranhissimo esse seu sentimento. Conte-nos lá os seus traumas para ver se ficamos a perceber melhor.
chicomartins
Anónimo disse…
este Xico é mesmo mesmo...Chico.
Anónimo disse…
Coitado mais um que se deixou enganar e tambem acredita nas armas de destruição massiva ...ai xico xico ,

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975