Assembleia da República – 25 de Abril

Quando o Presidente da República fica isolado com os únicos aplausos dos partidos de que está refém, por razões desconhecidas, deixa de ser a solução para os problemas do País e torna-se o problema mais grave que urge remover.

Comentários

septuagenário disse…
Quando passados 40 anos vemos os militares no Largo do Carmo indignados com os políticos, deviam todos eles lembrarem-se que deixaram um companheiro deles, muito indignado a falar sozinho "para as paredes", há vários anos atraz.

Esse sim , pôs o dedo na ferida, e podia evitar-se parte da banca-rota a que se chegou.

Foi Garcia dos Santos e o caso da Junta Autónoma de Estradas.

O ministro do Equipamento Social (Obras Públicas) disse que o General tinha "acordado com pesadelos".

Nenhum Capitão de Abril se manifestou em apoio. (1997)

O que se tinha evitado se houvesse coragem e "juizinho".

Talvez não tivesse havido os exageros das Expô 98, dos Estádios, dos BPN's, dos túneis jardinistas...! etc, etc. etc.!

Agora só a Merkel.

Mensagens populares deste blogue

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Nigéria – O Islão é pacífico…

Macron e a ‘primeira-dama': uma ‘majestática’ deriva …