FRANÇA II – aprés les municipales 2014…

Manuel Valls é hoje empossado como o novo primeiro-ministro de França. Uma consequência política imediata dos resultados das eleições municipais.
Os rebates partidários (no PSF) ainda não afloraram e a tentativa de reposicionar o Governo à direita poderá ter novos (mais) custos políticos e partidários ao presidente Hollande.
É, todavia, pertinente recordar aqui, na íntegra, uma carta escrita, em 2009, pela então primeira secretária do PSF (Martine Aubry) a Manuel Valls. link
Trata-se de um documento útil para a compreensão da ‘reviravolta’ em curso desde o passado fim-de-semana em Paris… e do que estará para vir (no seio do PSF 'à beira de um ataque de nervos').

Comentários

Isso vem provar mais uma vez que a política de lamber as botas aos boches ou andar aos beijinhos à Merkel não dá resultado nenhum. Os países vítimas de "ajustamentos" deviam unir-se e bater com os pés em conjunto. Mas nestes desgraçados tempos que vivemos cada um procura "safar-se" sozinho.
É certo que o papel dos políticos individualmente considerados não é decisivo, mas não deixa de ter muita importância a enormíssima mediocridade dos políticos europeus. Hollande, por exemplo, é uma perfeita nulidade. Eu próprio, que sou da geração "contestatária" de maio de 1968, e a ela, até certo ponto, permaneço fiel, hoje chego a ter saudades do direitista De Gaulle! Gostava de ver a megera teutónica a haver-se com ele... Ou com Mitterrand! Outro galo lhe cantaria!

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975