terça-feira, janeiro 30, 2007

Marcelo Rebelo de Sousa não respeita a vida humana

MRS vem confundir os seus ouvintes com uma ideia peregrina: não penalizar as mulheres que interrompam a gravidez, em qualquer fase da gestação, independentemente do local e das condições em que o façam…!

Que tamanha desfaçatez do Senhor Professor de Direito Constitucional!
Então ele não sabe que o Tribunal Constitucional já afirmou repetidas vezes que a vida intra-uterina merece protecção, e inclusive, em certas fases da gestação, protecção por via do Direito Penal?
Então para MRS uma mulher que aborte às 28, 30, 32 semanas, não merece censura jurídico-criminal?
Só os tolos se deixarão ir neste canto de sereia…
Pelas 10-12 semanas o embrião passa a feto e adquire sistema nervoso central. Pelas 24 semanas passa a poder ser viável mesmo fora do útero materno. Mas MRS tudo obnubila, tudo confunde para manter o Portugal ao lado do Irão, da Arábia Saudita e da Nicarágua, como paladino da discriminação sexual, da discriminação social e da desonra do Estado de Direito.
Para manter tudo na mesma, ou seja:
- 4.000 abortos por ano em Badajoz feitos por portuguesas da classe média e alta;
- ca. De 20.000 abortos clandestinos por ano, dos quais resultam milhares de internamentos hospitalares e algumas mortes;
- algumas dezenas de processos contra mulheres e 0 (ZERO) contra os homens.
Deixem ficar tudo como está!
Em breve MRS e seus acólitos virão destruir toda e qualquer protecção à vida intra-uterina fazendo a lei mais radical do mundo. Mas vão ter que esperar muito…

Eles dizem-se “pela vida”!
Que fervor! Que ânimo!
E quem construiu a segurança social em Portugal?
Quem aumentou as licenças de maternidade e paternidade?
Quem luta pelos direitos dos trabalhadores?
Quem edificou o Serviço Nacional de Saúde?
Quem lutou contra o envolvimento de tropas portuguesas no Iraque?

Somos nós, os defensores do SIM, pela morte?

Basta! Basta de hipocrisia!
Deste Portugal pequenino e mesquinho!
Deste “Portugal amordaçado”!

Votar NÃO é manter as mulheres abandonadas à sua sorte, com ramos de salsa, medicamentos para as úlceras, agulhas de tricô...
Claro que as filhas, as mulheres e as amantes dos “Senhores da Vida” irão confortavelmente a Badajoz ou a Vigo. Ou simplesmente falar com um ginecologista amigo.
Sem vergonha! Sem valores! Sem princípios!
Portugal pequenino e amordaçado!

14 Comments:

At terça jan 30, 11:39:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

ABORTO; O SIM E O NÃO.

Eu acho caricata a campanha do "não" acerca da interrupção voluntária da gravidez, vulgo aborto. Só o sim se deveria expresar, porquanto o "nâo", tem sempre a vitória garantida. Por outras palavras, comcorrendo às urnas o "SIM" e o "NÃO", acontece que, se o "NÃO" ganhar, impede o "SIM" de se realizar, enquanto se ganhar o "SIM", o "NÃO" nunca ficará prejudicado porque não pretende utilizar essa possibilidade que a lei lhe confere de interromper a gravidez. Certo?...

Zézé

 
At terça jan 30, 12:22:00 da tarde, Anonymous e-pá! said...

CE:

Há um videoclip da YOU TUBE, em difusão no ciberespaço, reproduzindo um sketch produzido pelo "gato fedorento" que é um retrato animando, sarcástico e incisivo, da postura do Prof. MRS.
Uma peça pedagógica onde se exibe aquilo que caracteriza (e bem) como desfaçatez...

 
At terça jan 30, 01:21:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

com tanta inteligência neste país será que a RTP não tem mais ninguém para ilustrar as mentes das gentes de Portugal?...
Até os padres alternam de vez em quando!

 
At terça jan 30, 01:36:00 da tarde, Anonymous filhos do código penal? said...

Para quem tinha dúvidas, o debate de ontem à noite na RTP foi mais do esclarecedor.

O Vital Moreira está em grande forma!

Os "filhos do Código Penal"!

Simplesmente brilhante!
Qualquer dia vêm cá os americanos caçar talibans...

 
At terça jan 30, 03:57:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

É isso caro André!
A hipocrisia e a demagogia pastam nos prados da ignorância e do medo de ser livre.

 
At terça jan 30, 04:15:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Para além de alguns fracos argumentos que o "sim" tem evocado (é inconcebivel, por exemplo, dizer que se legaliza porque não se consegue combater), surge a face partidária da questão, ou seja, PS vs PSD/CDS.

Acho ultrajante o aproveitamento politico da questão do aborto!

 
At terça jan 30, 04:31:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Mas se a mulher não abortar concerteza que não terá esse problema...!
Creio que a defesa deve partir antes do acto e não após o acto, ou seja, pelos minutos de prazer esquecem-se que existem contraceptivos eficazes e à venda no mercado....
Quem anda à chuva molha-se, lá diz o velho ditado, e creio que não haja ninguem que não saiba o que podem gerar com aquele acto de prazer....
Quem não usa o contraceptivo, que não venha depois alegar que sofre imenso com a situação do pós-aborto, pois deveria sofrer ainda mais .... na cadeia!
É um crime, e como tal deve ser tratado como tal.
É que na lei já estão previstas as situações de excepção, sim sim, as situações de Excepção, tais como a violação, problemas graves para a mãe e até más formações de feto.
Até agora ninguém me convenceu do contrário pois apenas querem legalizar o ilegal, por causa das mulheres que são ostracizadas e que precisam de acompanhamento psicológico e planeamento familiar...
Belo método de contracepção que querem ver implementado no país....

Alguém me consegue dizer quais os motivos pelos quais as mulheres que até hoje abortaram (ilegalmente) o fizeram?

Gostaria de ver explanadas neste blog esse estudo... De certeza que não acontece porque existem más formações no feto, ou porque é fruto de uma violação ou porque é uma gravidez de risco.
Que mais motivos precisam para impedir o seguimento de uma gestação?
É o facto de não ter sido previsto, premeditado ou solicitado?
Isto não é usar como método de contracepção?


ai ai

 
At terça jan 30, 05:59:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

porque sou pelo não.

Voto SIM

 
At terça jan 30, 07:00:00 da tarde, Anonymous JOSÉ DA SILVA MAURÍCIO said...

.
Olá companheiro/a Blogger. Vamos melhorar Portugal !?
.
.
O Axioma Matemático do ABORTO ( AMA ).
.
Divulga a 5 colegas. Divulga também na tua Junta de FREGUESIA, na tua CÂMARA Municipal e na tua PARÓQUIA.
.
Ver em http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/24694.html
.
.
Caso o Link falhe aqui vai o documento todo.
.
.
------------------------------------------------------------
TEMA: O Axioma Matemático do ABORTO (AMA).
------------------------------------------------------------
.
"Quem decide, se aborta ou não, é a mulher grávida. E mais ninguém".
.
Em especial mais nenhum "meio-homem" (Padres, Bispos, Cónegos, Arcebispos,
Monsenhores, Cardiais Patriarcas ou Matriarcas, Papas ou Papistas).
.
Em especialíssimo mais nenhuma Madame, Madamesinha, Madameseta,.....
(lembrem-se que os maiores inimigos das mulheres são as próprias .........)
.
Nota: Quem não souber o que é um Axioma pergunte aos/ás Professores/ras de
"Má Temática" e aos Padres.
.
PS: O autor deste blog é um homem.
.
.
Braga, 30 de Novembro de 2006.
.
.
-----------------------------------
EXTRA 1 - Bendita seja a mulher
-----------------------------------
.
"Não aconselharei nunca ninguém a optar por um aborto, mas agirei sempre com a
consciência de que A DECISÃO FINAL É DA mulher que está grávida."
.
in http://jn.sapo.pt/2006/12/02/preto_no_branco/bendita_seja_a_mulher.html
"Cá se, fazem..." , Paulo Baldaia, Chefe de Redacção
.
.
--------------------------------------
EXTRA 2 - Aos Católicos sensatos:
--------------------------------------
.
Assinem pelo NÃO. Falem pelo NÃO. Mas votem pelo SIM.
.
Assim "ninguém" vos fará mal porque o voto é secreto.
.
.
NOTA: Aposto que se o SIM GANHAR se deverá valer aos votos destes Católicos. Quanto vale a aposta?
.
.
------------------
PUBLICIDADE:
------------------
.
Paguem um ORDENADO DE SEIS MIL E CEM (6100) EUROS, mensal, a cada um dos TRÊS
DAS JUNTAS de Freguesia: O Presidente, o Tesoureiro e o Secretário.
.
Nota: Tenham as habilitações que tiverem e sejam de que Partido forem.
.
? Porquê?
.
Porque as Juntas de Freguesia são o PRIMEIRO PILAR DA GOVERNAÇÃO de um País
( Em http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/arquivo/2005_04.html#565183 ).
.
Nota: Só um Presidente de Câmara, em trezentas e tal, é que puxou pela cabeça.
.
.
.
ANÓNIMO para os que não gostam de armantes.
.
JOSÉ DA SILVA MAURÍCIO para os que não gostam de Anónimos.

 
At terça jan 30, 10:38:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

O alquimista MRS maneja a palavra como se de uma faca se tratasse (há quem se queixe das costas...).
Receoso do resultado e para que a confusão se instale, vá de desferir um golpe manhoso misturando o Sim com o não.
Isto no que diz respeito ao referendo, porque aproveitando subtilmente a campanha, em relação à Opa da PT, todos ficámos a saber que MRS sabe, ele e o (seu amigo) BES... e por isso é pelo não, sem confusão.

"PT"

 
At quarta jan 31, 01:10:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

André Pereira desconsidera Marcelo Rebelo de Sousa. Imaginem isto na capad e um jornal?

O ridículo mata

 
At quarta jan 31, 05:04:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Gostei bastante da intervenção de Vital Moreira, no programa da RTP1. Pena é que muitos portugueses não compreendem aquilo que quis dizer. Outros farão por não entender, claro...

Diogo.

 
At quarta jan 31, 08:14:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Diogo tem pena de os outros portugueses não serem tão inteligentes como ele...

 
At quarta jan 31, 11:11:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

lol, sabe que Portugal tem muitos analfabetos, não sabe?

Analfabetismo não é só a falta de saber ler e escrever, passa por compreensão e interpetação da língua.

Apenas acho que aquilo que Vital Moreira disse, poderia tê-lo dito de uma forma mais simples. Os argumentos do "não" são muito fáceis de se entender (em relação ao português), e os do "sim" mais complicados.

Não tem os "chavões" do "não".

Diogo.

 

Enviar um comentário

<< Home